30/07/2013

CIÊNCIAS DA RELIGIÃO "A DISTÂNCIA"




A educação a distância (EaD) é uma modalidade de ensino-aprendizagem mediada por tecnologias da informação que reúnem estudantes e professores separados fisicamente. Foi utilizada inicialmente como recurso para superação de deficiências educacionais, para qualificação profissional e aperfeiçoamento ou atualização de conhecimentos. Hoje, cada vez mais é vista por muitos como uma modalidade de ensino alternativo que pode complementar o sistema regular de ensino presencial.

O desenvolvimento da EaD pode ser descrito em três gerações, conforme os avanços e recursos tecnológicos. A primeira foi marcada pelo Ensino por Correspondência do início do século XIX, caracterizada pelo material impresso. A segunda geração foi a da Teleducação/Telecursos, com o uso dos programas radiofônicos e televisivos, ou fitas de vídeo, para aulas expositivas, além de material impresso. A maior parte das Instituições de Ensino brasileiras, porém, mobilizou-se para a EaD com o uso de novas tecnologias da comunicação e da informação, somente na década de 1990.

Aqui já estamos na terceira geração de EaD, caracterizada por Ambientes Virtuais de Aprendizagem, com a eliminação do tempo fixo para o acesso à educação. As informações são armazenadas e acessadas em ambientes de estudo dirigido, dotados de recursos audiovisuais e interativos. As inovações da World Wide Web ("www", "web", “rede de alcance mundial” ou Internet, simplesmente) possibilitaram avanços na educação a distância do século XXI. Hoje, os meios disponíveis incluem teleconferência, bate-papo, fóruns de discussão, correio eletrônico, “weblogs”, espaços “wiki”, plataformas que possibilitam interação multidirecional entre alunos e tutores.

Antenados com essa tendência educacional, nós usamos o suporte do ambiente virtual Teleduc para o nosso Programa de Pós-graduação em Ciências da Religião na UNICAP, desde o seu começo em 2004, e nos servimos também de espaços pedagógicos na Internet. Viemos descobrindo sempre mais anseio pelo uso de interação virtual pelos nossos professores e estudantes, bem como de programas digitais para dinamizar todos os nossos cursos. E percebemos inclusive a possibilidade de novos padrões para adquirir e para publicar livros e subsídios de pesquisa. Sabemos, contudo, que há muito a ser explorado no mundo da educação alternativa possibilitada pela web, até em termos de universidades singulares.

Em verdade, talvez porque a literatura do reembolso postal e as emissões em ondas curtas da BBC foram decisivas pra nossa educação lá pelas serras de Santo Amaro em Taquaritinga, somos deslumbrados agora com o uso pedagógico da Internet, seja na EaD fornal, seja como complemento da educação presencial. Ambientes Virtuais bem desenvolvidos, como o Adobe Connect, fazem a gente sonhar. Mas todo professor já dispõe de ferramentas gratuitas satisfatórias, como a tradicional Moodle, equivalente ao Teleduc, ou feito o conjunto de trecos articuláveis oferecido pelo Google, ou então como a plataforma iTunes U (que permite disponibilizar de palestras a aulas, filmes, laboratórios, audiolivros, passeios e visitas virtuais para estudantes). Mesmo as redes sociais (como FacebookNing) podem se transformar em ambientes colaborativos para educação (e já existem redes específicas para cursos, como Edmodo e Redu). 

Também se ampliam os Aparelhos de Conexão dos estudantes com esses Ambientes: o Governo do nosso Estado está entregando Tabuletas Digitais para a meninada do ensino médio e, já faz algum tempo, muitos alunos de colégios e cursos de Pernambuco estudam com Tablets, que contam com livros digitais, exercícios e laboratórios virtuais, simuladores e animações, filmes e jogos que podem ser acessados pela Internet. Os roteadores da www substituem os laboratórios de informática, os leitores digitais ameaçam a tinta e o papel... E surge até um debate: Tablets na escola ou Tablets como escola (que se pode "usar o tempo todo")?! O relatório NMC Horizon 2013 Higher Education Edition (veja aqui) prevê para os próximos 12 meses uma “adoção disseminada” de cursos online massivamente abertos, os MOOCs, e do uso de computadores Tablet como ferramentas de ensino e aprendizado.

Nesse contexto, não é de estranhar que uma Universidade Federal pernambucana, por exemplo, multiplique os seus cursos EaD, em todos os níveis (veja aqui), o Governo do Brasil aperfeiçoe um Portal do Professor na Internet, um Estado organize objetos de aprendizagem numa Escola Digital e até Prefeituras invistam em projeto pro uso de Tablets e celulares como ferramentas pedagógicas: Telinha na Escola. Também assistimos a religiosos, inclusive da CNBB, que começam a descobrir o universo da educação virtual (veja aqui) e a oferecer cursos de espiritualidade e missão, com videoaulas, apostilas e avaliações pela web. A última notícia nesse sentido veio da terra do papa: a Conferência Episcopal Argentina, na esteira do testemunho de abertura de Bergoglio, está começando um curso virtual de Ecumenismo e Diálogo Interreligioso (apresentado no vídeo acima). E já existe mesmo escola religiosa na frente da busca por uma nova sala de aula (veja aqui na Revista Ensino Superior de julho), focada em tecnologias para aprendizagem participativa, full time: os estudantes se encontram com os professores para orientação e debate sobre temas estudados previamente em ambientes da "nuvem" - em que se transformou a Internet. Aliás, dia desses o Geral dos Jesuítas fez uma aula magna entre nós e confessou estar concluindo um curso acadêmico EaD!

Também já anunciamos no blog muitas palestras virtuais e vários vídeos pela internet em nossa área de estudos e pesquisas. Agora, a Universia Brasil reuniu cerca de 700 cursos online grátis das melhores universidades do mundo: são áudios e vídeos, sobretudo em inglês, disponibilizando aulas de grandes professores. Confira por aqui os cursos da área mais ampla de filosofia e veja abaixo os que mais podem interessar aos cientistas da religião:
  • Tópicos de Epistemologia e Didática (USP) - Site Veduca - Curso ministrado por Nilson José Machado.
  • Morte (Yale University) - YouTube - iTunes Áudio - iTunes Vídeo - Download do curso - Este curso examina uma série de questões que surgem quando começamos a refletir sobre a nossa mortalidade. A possibilidade de que a morte não seja realmente o fim é considerada.
  • Existencialismo na Literatura e nos Filmes (UC Berkeley) - iTunes - Archive.org - Áudio-palestras sobre existencialismo dentro da literatura e nos filmes.
  • Homem, Deus e a Sociedade na Literatura Ocidental (UC Berkeley) - iTunes Áudio - Archive.org - Áudio-palestras sobre o Homem, Deus, e a Sociedade na Literatura Ocidental.
  • Moral e Modernidade (University of Notre Dame) - Vídeo - Aulas em vídeo e slides sobre moral e modernidade.
  • Filosofia do Amor no Mundo Ocidental (MIT) - iTunes - YouTube - Site oficial - Este curso é um seminário sobre a natureza do amor e do sexo tanto na filosofia como na literatura.
  • Filosofia da Religião (Universidade de Oxford) - iTunes - Site oficial - Áudio-palestras sobre a filosofia da religião.
  • A Arte de Viver (Stanford University) - Site oficial - Videoaulas sobre a arte de viver e qual o sentido da vida.
  • O Secular e o Sagrado (Universidade de Harvard) - Site oficial - Áudio-palestras sobre o Secular e o Sagrado.
  • Fé e globalização (Yale University) - YouTube - Propõe reflexões cruciais sobre fé e globalização.
  • Religião e seu Futuro (Universidade de Harvard) - Site oficial - Este portal oferece palestras técnicas em formato de vídeos educativos para refletir sobre a religião e o seu futuro.
  • Ciência, Magia e Religião: da Antiguidade ao presente (UCLA) - iTunes - YouTube - Este curso traça a evolução das crenças desde suas raízes na Antiguidade.
  • Introdução à Filosofia Indiana (IIT Madras) - Site oficial - Palestras introdutórias à Filosofia Indiana.
  • A Filosofia Central do Tibet (Columbia University) - Áudio - Este curso explora o pensamento filosófico do Indo-budismo tibetano, tanto no cenário intelectual da antiga Índia e do Tibete como no contexto da filosofia global atual.
  • História de Jesus (Stanford University) - iTunes - Examina a melhor evidência disponível literária e histórica (não religiosa) sobre Jesus e seu tempo.
  • Introdução ao Antigo Testamento (Yale University) - Download do curso - Este canal oferece palestras técnicas em formato de vídeos educativos para introduzir ao Antigo Testamento (Bíblia Hebraica).
  • Introdução ao Novo Testamento e à Literatura (Yale University) - YouTube - iTunes - Download do curso - Este curso fornece um estudo histórico sobre as origens do cristianismo, analisando a literatura dos primeiros movimentos cristãos no seu contexto.
  • Jerusalém: da Cidade Santa de Canaã antiga à moderna Israel (UCLA) - iTunes Vídeo - iTunes Áudio - Examina a história religiosa, política e cultural de Jerusalém ao longo de três milênios, como um elo simbólico de três religiões: judaísmo, cristianismo e islamismo.
  • Judeus e cristãos ao longo da História (University of Notre Dame) - iTunes Video - Site oficial - O curso vai explorar uma série de questões que emergem da história da teologia cristã: como uma imagem negativa do judaísmo se desenvolveu dentro do cristianismo?
  • As escrituras hebraicas no judaísmo e cristianismo (Shaye J.D. Cohen) - iTunes Vídeo - Este curso pesquisa como a interpretação (e reinterpretação) dos livros que geraram dois rivais culturais, judaísmo e cristianismo.

Pois bem, todo esse panorama de possibilidades de crescimento da EaD (também para quem se interessa por religiões e religiosidades) e de afinidades do nosso Programa com os recursos virtuais (basta lembrar que o coordenador da nascente Educação a Distância da Católica de Pernambuco, Valter Avellar, é egresso do Mestrado) serve para colocar nessa altura um desafio pra nossa comunidade de cientistas da religião. Considerando as questões culturais do pluralismo religioso brasileiro e as reflexões que surgem do mapa dos estudos sobre ensino religioso (principalmente os desdobramentos que virão com o julgamento do ensino religioso no STF), não é o momento de pensarmos seriamente em cursos EaD de capacitação na área, e inclusive ir projetando uma graduação EaD em Ciências da Religião?

Tivemos recentemente o reconhecimento de licenciatura em Ciências da Religião em Universidade Federal, na UFPB, o que enseja a criação de outras e o avanço na formulação de Diretrizes Curriculares para graduações em Ciências da Religião (como licenciaturas sobretudo, visando a formação de professores do ensino religioso e mediadores de questões sociais ligadas aos fenômenos religiosos). Na área dos estudos da religião não há nem uma dezena de graduações a distância no Brasil (7 de Teologias e 2 de Ciências da Religião), segundo o e-MEC. Em Ciências da Religião propriamente, mesmo presenciais, existem apenas 16 graduações reconhecidas; além de algumas especializações, às vezes pela Internet, principalmente em vista da formação pro ensino religioso. Temos um cenário de necessidade de muito mais gente formada nesse campo de conhecimento, e a EaD pode ser um bom caminho - desde que se plante nele muita muda de poesia, que é um método comprovado pra se fazer amor a distância!

Gilbraz.

Saiba mais:
Assista por aqui ao Programa Globo News Ciência e Tecnologia,
 com o tema "Educação a distância ganha força mundial".
Veja aqui a reportagem do NE 10,
 sobre "Ensino superior a distância democratiza acesso para estudantes do interior".

7 comentários:

  1. Gil, parabéns pelo excelente post.
    Indo à frente, recentemente, no EaD, depois da USP criar o primeiro Mooc (curso aberto, on-line e em massa) da América Latina, em junho, foi a vez da UnB, em parceria com o portal Veduca, lançar seu primeiro curso aberto em massa (http://ne10.uol.com.br/canal/cotidiano/educacao/noticia/2013/07/11/unb-e-a-1-federal-a-criar-curso-aberto-online-430260.php). Eu não diria que a Unicap agora poderia lançar um curso em massa , mas que poderia fazer uma parceria/patrocínio com/da Sec. de Educação do Estado, para um público específico, visando a formação de professores em CR. Que tal? (difícil é captar o patrocínio, mas não impossível).

    ResponderExcluir
  2. Muito bem, muito bem! Sou professor de ensino religioso e gostaria de me aperfeiçoar e estudar, mesmo que não fosse no mestrado, num curso de reciclagem. Mas pra quem trabalha e mora longe, fica difícil de ir para a capital todo dia. Então, façam mesmo um curso a distância, que eu serei o primeiro aluno da fila. Obrigado.
    João.

    ResponderExcluir
  3. Sou professora de cultura religiosa e vejo que vocês têm muita experiência e muito material para quem deseja conhecer as religiões e pensar no congraçamento social das crenças, principalmente nesse site do Observatório. Então, pra ajudar a mim e aos outros colegas de Rondônia, não poderiam aproveitar esse conteúdo e lançar um curso pela internet? Assim a gente faria testes e receberia um certificado, seria muito bom. Roberta Silva.

    ResponderExcluir
  4. olhe professor, não precisa ser um curso grande não, pode ser como aquele preparatório pro mestrado do teleduc: mas façam uns cursos pra animar e formar a gnente que gosta do assunto e está longe de pernamubco. vocês não sabem como é difícil tratar das religiões de uma maneria aberta e competente como a escola precisa e os meninso tem direito! brigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe, não sei quem escreveu aí, mas eu acho que cursinhos livres, por melhores que sejam, a gente já tem muitos. Precisamos pensar na nossa profissionalização, e pra isso, de cursos formalizados, com diploma, pra que a gente possa ter progressão na carreira de professora. É o que eu penso. No aguardo, ansiosa, por um anúncio mais concreto, envio o meu abraço. Mariângela (Campina Grande).

      Excluir
  5. O ministro Aloizio Mercadante (Educação) afirmou nesta segunda-feira (17) que a pasta deve enviar ao Congresso Nacional projeto de lei para criação da primeira universidade federal de educação a distância.
    Hoje, o investimento do governo federal na modalidade se resume à UAB (Universidade Aberta do Brasil), criada em 2005 com foco na formação de professores de educação básica. A instituição oferta hoje cursos de licenciatura e administração. Segundo Mercadante, essas matrículas seriam absorvidas com a criação da nova universidade.
    "Cada curso de cada universidade poderá ser ofertado na universidade federal de educação a distância. Então, [o curso de] engenharia na Universidade Federal do Rio Grande do Sul pode ser ofertado como sendo também curso a distância", disse.
    (...) "Não há como atender o tamanho da demanda se não for por educação a distância e essa é a prioridade do MEC", disse o ministro.

    ResponderExcluir
  6. O mundo digital em alta velocidade das redes sociais, quase sempre superficial, precisa de uma injeção de calma, reflexão e ternura para se tornar “uma rede não só de fios, mas de pessoas”, afirmou o Papa Francisco nesta quinta-feira. Em mensagem para o Dia Mundial das Comunicações da Igreja Católica, o Pontífice disse que os meios de comunicação e a Internet, os quais ele chamou de “algo verdadeiramente bom, um presente de Deus”, poderia unir as pessoas, mas que a comunicação digital frequentemente impede que elas conheçam de fato umas as outras...
    http://oglobo.globo.com/mundo/papa-internet-um-presente-de-deus-11381742

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua participação!