3 de set de 2010

TENRIKYO NO FÓRUM

Tenrikyo (Ensinamento da Verdade Divina) é uma religião de origem japonesa, fundada pela camponesa Miki Nakayama, que teve uma experiência de revelação em 1838. Desde então ficou conhecida como o sacrário do "Deus-Parens", a Oyassama ("Nossa Mãe"). Estima-se que a religião tenrikyo tenha aproximadamente 2 milhões de seguidores no mundo, sendo 1.5 milhões no Japão.

O ensinamento, baseado nos três textos originais (Ofudesaki, Mikagura-Uta e Osashizu), e a "vida modelo" (ensinada por Oyassama) pregam principalmente o Youkigurashi, que é traduzido como "Vida Plena de Alegria e Felicidade". Esta pregação, que seria a vida harmoniosa entre todos os seres e o divino, é a predestinação original e comum a todos os seres humanos, tendo sua razão explicativa na intenção do Deus-Parens ('Tenri-Ô-no-Mikoto') em desejar o viver alegre e feliz de seus filhos.

Saiba mais sobre essa religiosidade aqui, em sua página oficial na Internet. E vamos encontrar o pessoal da Tenrikyo em nosso Fórum Inter-religioso:

segunda, dia 13 de setembro, 17h, no Auditório do CTCH (primeiro andar do bloco B) da UNICAP.




Fórum apresenta Tenrikyo
por Alan Vinicius no Boletim UNICAP


O Fórum Inter-religioso desta segunda-feira (13) abordou o culto de origem japonesa conhecido como Tenrikyo (pronuncia-se Tenriquiô). O advogado Rubens Sales e a professora Marluce de Assunção apresentaram alguns dos princípios da religião aos estudantes que participaram do encontro. Tenrikyo significa revelação da razão divina. A religião foi fundada em 1838 pela dona de casa Miky Nakayama que, após uma experiência mística, ficou conhecida como Oyassama (Mãe). Deus teria dito a Miky que desejava fazer dela seu sacrário, para salvar a humanidade.

A sede do Tenrikyo fica na cidade de Tenri, no Japão. Entre os preceitos da religião há a crença de que tudo é corpo de Deus, ou Deus-Parens, como Ele é chamado pelos seguidores. Outra ideia difundida pelos seguidores é a crença de que tudo é emprestado por Deus, inclusive o nosso corpo, e somente o espírito seria propriedade nossa. Os atos maus, que os cristãos costumam chamar de pecado, no Tenrikyo são chamados de poeiras, que devem ser limpas diariamente. Segundo a professora Marluce, as doenças podem ser fruto dessas poeiras acumuladas. “Muitas vezes Deus nos orienta através da saúde, que tem a ver com o modo da pessoa conduzir a vida”, disse.

Durante o evento foi apresentado um vídeo produzido pela Assessoria de Comunicação da Unicap sobre a religião, gravado no templo recifense do Tenrikyo, localizado na Avenida do Forte, Bongi. Na gravação, o reverendo Kazuyoshi Sakaguchi fala sobre algumas práticas, como a oferenda de alimentos. Mais informações sobre o Tenrikyo no site http://www.tenrikyo.com.br/. O telefone do templo Tenrikyo no Recife é 3228-2874.


2 comentários:

  1. Onde fica as escrituras sagradas (BIBLIA), nesta religião?

    ResponderExcluir
  2. Eles possuem as suas próprias escrituras sagradas, consignadas nos livros Ofudesaki, Mikagura-Uta e Osashizu, que resultam da revelação recebida por Miki Nakayama, no Japão.

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua participação!