2 de jul de 2013

MÚSICA BARROCA PRA ESQUENTAR

Sebastian Bach, Antônio Vivaldi, François Couperin, Girolamo Frescobaldi, Dietrich Buxtehude e Luiz Álvares Pinto se encontram, a partir desta terça-feira (3), no I Festival de Música Barroca do Recife. As composições deles serão interpretadas no evento, que segue até sexta-feira (6), na Capela Dourada, na Rua do Imperador, bairro de Santo Antônio, centro da cidade.

As apresentações começam sempre às 19h, e a entrada é gratuita, mediante senha, que será distribuída a partir das 8h de cada dia de festival, na entrada do Museu de Arte Sacra da Ordem Terceira de São Francisco do Recife (Tel. 3224.0994). A capacidade máxima da capela é de 100 lugares. A recomendação é trocar as senhas por dois sacos de leite em pó ou 1kg de feijão para serem doados às vítimas da seca no Nordeste. 

Os concertos de música barroca, caracterizada pela paixão, pelo uso do baixo contínuo, do contraponto e da harmonia tonal, em oposição aos modos gregorianos vigentes até o século XVII na Europa, serão interpretados pelos grupos Ensemble Sonoro Ofício, Ensemble Vocal Gárgula e a cravista Luciana Câmara. O maestro e diretor artístico do festival é Sergio Dantas, regente titular da Orquestra de Câmara da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

Mais no blog:
Sobre Pires e Palácios
Musica e religião: beleza
Luiz Gonzaga e religião
Eu ainda não encontrei
Arte reciclando lixo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!