8 de dez de 2012

MILAGRES ACONTECEM, NÃO SÓ NO CINEMA!



O Mukua, coletivo que organiza ações comunitárias nos campos da arte e comunicação em Olinda, está lançando um cineclube: Fazendo Milagres. Justamente porque será na comunidade dos Milagres, lugar bucólico localizado na beira-mar da cidade de Olinda. A sessão de estreia será às 20h nesta terça-feira (11/12/2012) na praça do referido lugar (veja aqui o mapa). Eleita a primeira capital da cultura do Brasil, Olinda não possui nenhum cinema, mas conta com algumas iniciativas de exibição gratuita de audiovisual, como os cineclubes Curta no Xinxim, Exílio, Jardim e Casa do Cachorro Preto. O Fazendo Milagres Cineclube vem se juntar a essas iniciativas no sentido de fomentar o gosto e a discussão do audiovisual.

Visando discutir a espiritualidade, que o ciclo de natal e fim de ano propicia, foi eleito como tema da primeira sessão “Milagres acontecem” e serão exibidos os filmes “Je Vous Salue, Marie” (na foto), do mestre da "nouvelle vague" francesa Jean-Luc Godard, e “Pax”, animação brasileira de Paulo Munhoz. Após os filmes será realizado um debate com a presença de Gustavo Oliveira, professor da Universidade Federal de Pernambuco, cuja linha de pesquisa possui ênfase em identidades religiosas. Confira as sinopses dos filmes e arrume logo um banquinho pra ir ver e discutir cinema na praça:

Pax (2005, animação de Paulo Munhoz, 13’44”, produção brasileira)
Diversidade pede tolerância, compreensão, respeito, educação e diálogo. Quando essa diversidade refere-se a questões mais delicadas e polêmicas, como religião, política, futebol ou mesmo economia, temos que ser ainda mais capazes de ouvir, de entender os motivos alheios, de também nos fazer escutar e argumentar. “Pax” nos desperta para esse tema através do diálogo/debate entre líderes espirituais de diferentes correntes – representando quatro das maiores religiões do mundo (Catolicismo, Islamismo, Judaísmo e Budismo).

Je Vous Salue, Marie (1985, ficção de Jean-Luc Godard, 105′, produção franco-anglo-suíça)
São contadas duas histórias paralelas. Uma é sobre José (Theirry Rode) e Maria (Myriem Roussel), um casal contemporâneo. José é taxista, Maria trabalha em um posto de gasolina. Um anjo anuncia a Maria que ela está grávida, o marido a acusa de traição, e ambos têm o desafio de aceitar a gravidez e os planos divinos. Na segunda história, um grupo estuda sobre a origem da vida, analisando algumas teorias. O professor de ciências tem um caso com uma aluna, com quem mantem discussões filosóficas. Godard utiliza as imagens e a narrativa para abordar a espiritualidade moderna e a relação entre corpo e espírito. A censura proibiu o filme no Brasil nos anos 80, sob alegação de que a história era uma ofensa às crenças católicas. (Texto de Raquel Santana)

Veja aqui mais cinema no blog.
Entre no clima do debate:
Existem milagres ainda
Milagre, fé e ciência

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!