7 de jul de 2012

COMPLEXIDADE E ESTUDOS DA RELIGIÃO

Esses dias recebemos, com o maior prazer, no Mestrado em Ciências da Religião da UNICAP, a visita de Ceiça Almeida (Maria da Conceição Xavier de Almeida), trazida de Natal-RN pelas mãos da sua discípula e também estudante do nosso Mestrado, Josineide Oliveira. Ceiça nos presenteou com o livro (que está disponibilizado abaixo) dos 20 anos do GRECOM, Grupo de Estudos da Complexidade, que ela mantém na Universidade Federal do Rio Grande do Norte – e que é responsável pelas muitas vindas de Edgar Morin ao Nordeste brasileiro (veja aqui uma apresentação dele pela nossa amiga). O prazer de rever Ceiça, coautora do famoso "Educação e complexidade" e autora do recente "Complexidade, saberes científicos, saberes da tradição" (veja abaixo), além de se justificar pela sua personalidade imantada de energia telúrica, deve-se igualmente ao fato de que compartilhamos sonhos teóricos sintonizados: vai fazer 7 anos que começamos um Grupo de Estudos sobre Transdisciplinaridade e Diálogo na Universidade Católica de Pernambuco – e a Transdisciplinaridade, inspirada em Basarab Nicolescu, é a principal metodologia do Pensamento Complexo principiado por Morin e trabalhado, entre outros lugares do mundo, no GRECOM.

A epistemologia da complexidade estuda os sistemas complexos e fenômenos associados. Edgar Morin, antropólogo e pensador francês, é considerado o fundador dessa teoria do conhecimento, especialmente pela sua série de seis livros sobre "O Método". Para Morin, a ciência moderna, na busca de sua autonomia em relação ao pensamento religioso, acabou por separar-se em vez de apenas distinguir-se da filosofia, das artes e da política. A ciência de base quantitativa se sobrepôs então às diversas formas de conhecimento, inclusive porque favorecia interesses das classes burguesas, possibilitando a transformação da natureza em produtos pela tecnociênica, o controle social dos Estados nacionais a partir do conhecimento estatístico.

A extensão dos critérios das ciências naturais às ciências sociais levou à formação de um grande paradigma ocidental, que procede por separação e redução. Mas a física subatômica introduziu incertezas quanto aos limites do reducionismo, a fenomenologia mostrou as insuficiências da pretensão de se captar uma realidade "objetiva" independente do olhar e dos pressupostos do pesquisador. Em meados do século XX as ciências da terra, a ecologia, a cosmologia, começaram a buscar um conhecimento transdisciplinar, baseando-se na compreensão não linear de diversos níveis da realidade, na inclusão de um Terceiro elemento para além das contradições. Emergiu assim o pensamento complexo ou paradigma da complexidade, propondo uma democracia cognitiva, o diálogo entre as diversas formas de conhecimento.

saiba mais aqui sobre este livro de Ceiça
A proposta da complexidade é a abordagem transdisciplinar dos fenômenos e a mudança de paradigma do conhecimento, abandonando o reducionismo que tem pautado a investigação científica em todos os campos, inclusive nos estudos da religião. Vamos ampliar a rede de amizades e trabalhos com o GRECOM de Natal, para incrementar aqui pesquisas sobre as religiões com uma lógica mais ternária e criativa, que considerem o caos dos processos humanos, também nas tradições religiosas (a propósito, Edgar Morin já pensou sobre os deuses: veja aqui). Principalmente a compreensão do pluralismo religioso – e do diálogo inter-religioso – pode aproveitar-se dessa nova modelização do conhecimento, porque ela permite lidar com a contradição aparente da pluralidade de absolutos, porque nela considera-se a complexidade da realidade e da verdade, exorcizando o princípio soberano da identidade vitoriosa sobre toda diferença, acolhendo o paradoxo para além do princípio de não contradição e, sobretudo, incluindo terna-riamente "o outro". Obrigado a Ceiça pela visita e vida longa e profícua à nossa parceria!

Visite aqui o site do GRECOM.
 Baixe aqui (comprimido no formato .rar) o livro sobre os 20 anos do GRECOM.

Para saber mais sobre o assunto:
Textos introdutórios sobre Complexidade e Transdisciplinaridade
Matéria sobre Complexidade e diálogo ciência-religião
Artigo A lógica contemporânea e a transdisciplinaridade
Postagem sobre Tradisciplinaridade e religião
Reflexão sobre Novos métodos em Ciências da Religião
Apresentação sobre Espiritualidade no Simpósio Transdisciplinar de Pernambuco
Conferência sobre Os sete saberes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!