9 de mar de 2010

SANTO E/OU ORIXÁ

MESTRADO EM CIÊNCIAS DA RELIGIÃO
Defesa da Dissertação de Mestrado

de Luiz Claudio Barroca da Silva


“SANTO NÃO É ORIXÁ”:
um estudo do discurso antissincretismo em integrantes de religiões de matriz africana.

O estudo tem como objetivo analisar as repercussões das propostas antissincréticas em integrantes de candomblés do Recife e regiões circunvizinhas. As referidas propostas foram veiculadas através de um documento produzido e assinado por lideranças religiosas do candomblé baiano, no ano de 1983, na II Conferência Mundial da Tradição Orixá e Cultura – II COMTOC, propondo uma separação entre o catolicismo e o candomblé e o fim do sincretismo. Para este propósito, utilizamos, como referencial teórico e metodológico, o conceito de “Interdiscurso”, presente na Análise de Discurso, e que é entendido como um discurso resignificado, que possui por estrutura um outro pré-existente. Realizamos, para esta discussão, entrevistas semi-estruturadas com alguns integrantes de candomblés do Recife e adjacências, favoráveis ao antissincretismo, tentando identificar, diante dessas falas, a (des)construção de processos tais como sincretismo, identidade, memória e tradição.

19 de março, às 15 horas,
no Anfiteatro do 3º andar do bloco G-IV

Banca:
Prof. Dr. Sérgio Sezino Douets Vasconcelos (Orientador)
Profa. Dra. Zuleica Dantas Pereira Campos (UNICAP)
Profa. Dra. Maria do Carmo Tinoco Brandão de Aguiar Machado (UPE)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!