3 de mar de 2010

A BABILÔNIA, AQUI?!

Mestrado em Ciências da Religião
Defesa de dissertação

de ANTONIO IVEMAR DA SILVA PONTES

sobre A "INFLUÊNCIA" DO MITO BABILÔNICO DA CRIAÇÃO, ENUMA ELISH, EM GÊNESIS 1,1-2,4a

Resumo: Dentre os vários campos de interesse das Ciências da Religião, o sagrado e seu impacto nas culturas dos diversos povos e épocas tem sido objeto de estudo para muitos. Através de pesquisa bibliográfica, o presente trabalho, à luz das Ciências da Religião, se presta a fazer uma análise hermenêutica comparativa da relação entre o poema babilônico da criação, Enuma Elish, e o relato bíblico da criação em Gênesis 1,1—2,4a. Esse estudo, que tem como base a Teologia Comparada, busca analisar a influência que uma cultura exerce quando interage com outra. Pretende sinalizar algumas semelhanças e diferenças entre esses dois textos de culturas e épocas diferentes. Procura ainda ajudar o leitor a perceber de que maneira o mito pode ser entendido e de que forma ele pode ser empregado no campo científico. Após a análise dos dados levantados, percebemos que há alguns elementos em comum entre os dois poemas. Dentre eles destacamos: a criação do universo, do firmamento, dos astros e do homem. Percebemos, portanto, que, de fato, quando um povo interage com outro de cultura diferente da sua, acaba havendo uma influência mútua.
Palavras chaves: Sagrado, Enuma Elish, Bíblia, Cultura, Teologia Comparada, Mito.

25 de março, às 9h
no Anfiteatro do 3º andar do Espaço Executivo

Banca
Cláudio Malzoni (orientador)
Matthias Grenzer (PUC-SP)
João Luiz Correia (UNICAP)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!