5 de nov de 2013

IMAGENS DOS ORIXÁS

A seção de Ensino Religioso da Secretaria de Educação do Paraná publicou a matéria "Série fotográfica retrata orixás do candomblé em imagens impressionantes", que vale a pena ser vista e compartilhada:

"Apesar do Brasil viver intensamente o sincretismo religioso  e todos estarmos familiarizados com alguns dos principais orixás – de Iemanjá a Xangô – ainda são poucos os conhecimentos da maioria dos brasileiros sobre a mitologia yorubá e as divindades que compõem o panteão do candomblé. 

Para adaptar-se à nova realidade no Brasil, os escravos que cultuavam essas divindades acabaram identificando alguns dos orixás com santos católicos, e dessa forma Ogum acabou se misturando com São Jorge e os gêmeos infantis Ibeji com Cosme e Damião.

Uma série fotográfica com imagens bem impressionantes é uma oportunidade legal de se familiarizar um pouco mais com os orixás, e conhecer mais sobre essa rica mitologia. A série Yoruba African Orishas foi criado pelo fotógrafo estadunidense James C. Lewis (da Noire 3000 Studios) para representar 20 dos mais de 400 deuses do yorubá, que deu origem ao candomblé e à umbanda..."

Veja por aqui algumas das imagens.

Mais no blog:
Na rota dos Orixás

Sagrado, pessoa, orixá
Cresce Magia Negra
Sabedoria contra intolerância
Resposta Afro

Um comentário:

  1. A pouca ou quase nenhuma informação ( correta ) que as pessoas possuem de seu próprio passado cultural possui várias causas. Primeiramente o preconceito de um sociedade ainda escravista, que relega a herança africana no mínimo à segundo plano. inclusive cooptando e contando com o apoio de afrodescendentes fenotípicos, já que todo ser humano é afrodescendente, neste processo. Segundo, durante sete décadas desde sua fundação oficial em 15 de novembro de 1909, a Umbanda infelizmente não cumpriu totalmente sua missão no Brasil, lutar contra as forças do mal. A partir de 1980 observamos um impressionante crescimento de seitas evangélicas Neopentecostais, que arrebanharam muitos seguidores e rituais umbandistas, não foi por mero acaso. Contudo continua ser inadmissível a demonização de religiões hoje quase moribundas em nosso país, como se estas fossem vilãs de Histórias em Quadrinhos. Existem duas verdades, quem ataca abre a guarda e tudo que se planta de bom ou de ruim , se colhe no futuro. Neste interim sarava Ogum meu Pai!

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua participação!