31 de out de 2013

ENCONTRO COM ROBERTO MOTTA

O GRUPO DE PESQUISA RELIGIÕES, IDENTIDADES E DIÁLOGOS, que é ligado ao nosso Mestrado em Ciências da Religião da UNICAP, promove atividades através de três Linhas: Identidades Religiosas, Diálogos Inter-religiosas e Pensamento do Padre Comblin. A Linha Identidades Religiosas propõe-se a discutir, dentro do cenário globalizado e competitivo contemporâneo, as identidades religiosas, levando em consideração o quadro religioso plural que vem se apresentando no país. Neste sentido, é de seu interesse investigar fenômenos relacionados a sentimentos de pertença religiosa, envolvendo nesse processo questões de trânsito religioso, gênero e diversidade sexual nas religiões, alteridade e hibridismos/sincretismos estabelecidos entre as religiões.

Essa Linha reúne os pesquisadores e os seus orientandos, sob liderança de Sérgio Douets e Drance Elias, no Grupo de Estudos Identidades Religiosas, que vai promover no próximo dia 21 de novembro, das 9 às 11h30, na sala 305 do bloco G4, um encontro aberto com o antropólogo Roberto Motta sobre "Tópicos de Religião e Modernidade na atualidade: um olhar a partir de Max Weber". O objetivo é se perguntar que agenda se pode apontar na contemporaneidade a partir da ótica weberiana.

Roberto Mauro Cortez Motta possui graduação em Filosofia pela Universidade Federal de Pernambuco (1962), mestrado em Ciências Sociais e Desenvolvimento - Institute of Social Sciences, em Haia, Holanda (1964) e doutorado em Antropologia - Columbia University (1973), além de pós-doutorados em Paris, Harvard e Los Angeles. Tem sido professor ou pesquisador, permanente ou visitante, em várias instituições do Brasil ou do exterior, entre elas a Universidade Federal de Pernambuco, a Fundação Joaquim Nabuco, as universidades de Paris V (Sorbonne), Roma II, da Califórnia em Los Angeles, do Center for the Study of World Religions de Harvard, da Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales, da Universidade Estadual da Paraíba. Tem experiência e publicações nas áreas de Antropologia e Sociologia, com ênfase em Antropologia da Religião, religiões afro-brasileiras, relações raciais, pensamento social (com ênfase em Max Weber, Roger Bastide e Gilberto Freyre).

Mais no blog:

Um comentário:

  1. O que se pode esperar de um encontro desses resultem em uma tomada de posição sobre o que deverá ser feito de prático ou que providências poderão ser tomadas. Espero sinceramente que não seja mais um encontro que fique restrito a palestrantes e ouvintes e que nada de produtivo seja alcançado. Certamente Gilbraz dará o recado para que cada um comece, seja por onde for e em qualquer intensidade. O importante é não deixar que a palestra morra alí mesmo.

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua participação!