19/08/2013

135 ANOS DOS PRESBITERIANOS

antigo templo presbiteriano Recife
A Igreja Presbiteriana do Brasil está de parabéns! O mês de agosto, (dia 12), marca seus 154 anos. Por sua vez, o presbiterianismo, em Pernambuco no dia 11 desse mesmo mês, completou 135 anos. A data tem como marco a chegada do Rev. John Rockwell Smith, que na ocasião tinha 27 anos. Ele chegou no dia 15 de janeiro de 1873, quando o navio “ONTARIO”, de 4.000 toneladas, atracou no cais do porto do Recife.

A viagem teve uma duração de 33 dias. Smith na sua primeira carta, datada em 31 de janeiro, ou seja, dezesseis dias após a sua chegada, relata a viagem e o livramento dado pelo Senhor: “Não fomos atingidos por tempestade alguma; nem ao menos tivemos mau-tempo.”. Após chegar à capital pernambucana, Smith passou a residir na Rua do Imperador (Recife/PE), no 1º andar do sobrado n° 71. Ele chega a dá detalhes da sua nova moradia: “Minha saúde é excelente. Estou confortavelmente instalado em uma pensão de uma senhora escocesa, meu quarto é agradável e bem mobiliado. Pago aproximadamente sessenta e cinco dólares por quarto e comida.”

Um mês após sua chegada, escreve outra carta à sua Missão dando notícias dos frutos do seu trabalho. “A boa obra continua. Desde minha última carta, descobri um fato interessante. O trabalho aqui já se iniciara. Algumas semanas depois, uma carta do irmão Lane me informou de um colportor da Sociedade Bíblica Britânica nesta cidade [...]. É um senhor de idade; seu nome é Manoel José da Silva Viana. É um português que viveu no Rio de Janeiro durante quase 20 anos, e é diácono, ali, na Igreja do Dr. Kalley”.

Depois de alguns meses da sua chegada Smith visitou o Presidente da Província, que lhe autorizou pregar o evangelho, mas em caráter particular, dentro da sua casa residencial e não em templo. Poderia também ensinar inglês. Aproveitou essa oportunidade e tornou-se um professor de inglês muito respeitado por todos. Pregou seu primeiro sermão no dia 10 de agosto de 1873, mesmo sem dominar bem o português. Na ocasião o texto escolhido foi Lucas 4:16-22, e seu auditório foi de 10 adultos e três crianças. O local da reunião foi uma casa situada no bairro de Santo Antônio, nas imediações da Rua Nova. Após falar o português mais corretamente, fez muitos amigos de várias classes sociais, passando a pregar em vários pontos da cidade.

Após cincos anos de muitos esforços e lutas, em 1878, o Rev. Smith e os 12 primeiros convertidos animados pelos resultados alcançados, resolveram por em execução um plano que desejavam há bastante tempo: organizar uma Igreja Presbiteriana no Recife. Na realidade, seria a primeira Igreja Presbiteriana em Pernambuco. Para isso, fizeram dezenas de reuniões, discutiram muito e pediram a orientação do Senhor. Um dos convertidos, Belmiro de Araújo César, que nos anos posteriores seria ordenado pastor, o mais instruído deles, dizia sempre: “A Igreja deve ser organizada imediatamente. Adiante irmãos! Deus nos ajudará! Um com Deus é a maioria. E nós somos 13!”. Assim, no dia 11 de Agosto de 1878, o Rev. Smith e seus 12 companheiros reunidos em assembleia, fundaram a Igreja Presbiteriana de Pernambuco, que foi instalada na Rua do Imperador nº 71, 1º andar, onde as reuniões se realizavam. Mais tarde, seria chamada de Primeira Igreja Presbiteriana do Recife.

José Roberto de Souza,
pastor da Igreja Presbiteriana do Ibura UR1, professor e coordenador do departamento de Historia do Seminário Presbiteriano do Norte, Mestre em Ciências da Religião pela UNICAP.

Saiba mais
aqui no Observatório das Religiões

4 comentários:

  1. Obrigado Gil pelo carinho. Saudade meu amigo. Abçs. José Roberto

    ResponderExcluir
  2. Professor José Roberto, estas restrições, por você mencionadas no quarto parágrafo, inclui também o uso de símbolos cristãos, como o crucifixo, não é? Curiosamente os evangélicos de hoje se privam de usar um símbolo da cristandade sem saber que, no passado, isto foi uma proibição imposta no período imperial. Interessante... deveriam não pregar em público, restringindo-se, apenas, a seus lares. Seria mais coerente.

    ResponderExcluir
  3. Amados em Cristo.

    Ontem, 18/08 por volta de 23:50, após a reunião do conselho, ao voltar para casa, o Rev Paulo C N Santos sofreu um acidente sério de moto. O condutor do automóvel, com medo de um assalto pela aproximação de uma pessoa, avançou o sinal vermelho causando um grave acidente.
    O resgate foi acionado e o Rev. Paulo encaminhado para o Hospital São Luiz (Av Sto Amaro).
    Ele sofreu uma fratura no pulso e outra na bacia e ainda esta em observação na UTI do hospital.
    Amanhã cedo ele deverá passar por uma cirurgia no pulso mas quanto a bacia, os medicos devem adotar o procedimento tradicional por imobilização ao invés de pinos.
    Sua recuperação deve durar de 2 a 5 meses, por isso amados, roguemos ao SENHOR que fortaleça o Rev. Paulo, de forças a ele e sua familia (Vivi e Sofia) e que possamos sustenta-los com nossas orações, palavras de ânimo e apoio nestes tempos de recuperação. Que o SENHOR nos conceda porção dobrada de saberia para conduzir o rebanho neste curto período de recuperação do Rev. Paulo

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua participação!