17 de abr de 2013

EVANGÉLICO SE MISTURA COM CATÓLICO?!




Já falamos aqui no blog como a missão batista do nosso Mestre em Ciências da Religião, o pastor Paulo Cesar Pereira, seguidor fiel do amigo Comblin, abre perspectivas ecumênicas na periferia de Olinda, questionando a ênfase excessiva sobre o "converter o mundo todo a Cristo, na minha igreja", e dando maior destaque para o testemunho e vida dos cristãos e para o seu serviço ao mundo. Pois bem, agora recebemos essas fotos e o seguinte relato de como foi a páscoa lá nos Bultrins, onde católicos e evangélicos já compartilham serviços de promoção dos empobrecidos:

Todos os anos a celebração da páscoa na comunidade do Alto da Mina, nos Bultrins, é esperada com muita expectativa. Pode-se dizer, inclusive, que realmente é uma celebração comunitária. Primeiro, porque todos os elementos são trazidos voluntariamente pelos moradores do bairro. Ali ninguém pode doar tudo, mas todos podem doar um pouco. E, segundo, porque a partir das doações, as mulheres da comunidade tomam a frente e fazem toda a preparação. Além disso, as crianças ocupam um papel de destaque, pois são elas que convidam o povo com uma encenação da paixão e fazem a distribuição da ceia.

Assim, a celebração eucarística pascal acaba sendo um momento participativo e de grande alegria. A cada ano se procura resgatar algum aspecto importante do cristianismo. Nesta páscoa, tivemos a oportunidade de participar da "eucaristia" com a presença de três pastores, duas pastoras e quatro frades franciscanos do Convento Nossa Senhora das Neves em Olinda. Cristãos de igrejas diferentes partilharam a Palavra de Deus, ideias, abraços e sonhos, em nossa ceia.

Para a Pastora Vana Lúcia, que há mais de seis anos caminha com aquela comunidade, “A Páscoa é uma festa que celebra a ressureição de Jesus, que é para os cristãos um evento que refez e refaz a história humana. O primeiro acontecimento da manhã do domingo de páscoa foi a descoberta do sepulcro vazio. Ele foi a base de toda a ação e pregação dos apóstolos: ‘O que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que temos contemplado e as nossas mãos tocaram da Palavra da Vida’(1 João 1:1).”

A Pastora afirma ainda que celebrar hoje a eucaristia com pastores, frades e toda a comunidade “é permitir que o Cristo ressuscitado mova todas as nossas ações e experiências, testemunhando que o ressuscitado habita em nós e proclamando a vida oferecida por Ele.” Por fim, diz ainda que “Testificar a ressurreição de Jesus é missão da igreja. É sermos testemunhas, caminhando na força do Espírito Santo, buscando a harmonia e continuamente atestando a união fraterna no meio das variedades e rupturas da caminhada.”

E o que a comunidade achou dessa celebração ecumênica? Vejamos alguns testemunhos:
Lucenilda (Nidinha): Achei bonito, as duas religiões juntas sem preconceitos.
Josiane (Jú): É porque... é assim: existe preconceito sim, mas foi muito interessante, os católicos juntos com evangélicos. Assim as crianças vão crescendo e aprendendo que as religiões podem viver juntas. O mais bonito mesmo foi a celebração da ceia, com os franciscanos ajudando a servir o Pão e o Vinho. Foi lindo!
Tarciana: Gostei muito, achei interessante, diferente das outras vezes. Desta vez teve a presença dos padres, e é bom porque as crianças vão aprendendo que as religiões podem conviver juntas, tendo respeito uns pelos outros.
Helena (Creuzinha): Achei maravilhoso a diversidade de religiões, porque cada um tem sua religião, mas Deus é um só. Acho que deve acontecer mais encontros assim.
Dona Maria: Eu adorei os franciscanos ali juntos com os evangélicos. Como eu sou católica as pessoas sempre falam que não podem se misturar. Meu pai até ajudava o padre. Então eu achei aquele momento bem diferente, mais bonito. Deveria ser sempre assim, todos unidos, sem separar os católicos dos crentes, porque Deus não é um só? De todas as Ceias essa foi a que achei mais bonita, pois não teve separação dos crentes e franciscanos. O que eu acho bonito nessa missão é essa união com todos.
Maria Elizabete (Beta): Gostei porque não tem essa de fazer diferença entre evangélicos e católicos.
Eliane: Foi ótimo, mas também achei diferente das outras vezes. Gostei da pregação, da participação dos franciscanos - porque eles são de outra igreja. Então achei muito importante.

“E todos os que criam estavam juntos, unidos, repartindo uns com os outros o que tinham, participando com alegria e humildade”. Essas imagens e testemunhos, em tempos de fundamentalismo eclesiástico e intolerância religiosa, enchem os nossos corações de júbilo. É gente simples nos ensinando que todas as pessoas são sagradas e abençoadas, e que o critério central da missão cristã é a vida, a busca de vida abundante, para além da pobreza imposta, da discriminação de grupos e da degradação ambiental. Há sinais de ressurreição no ar e eles vêm lá do Alto!

Mais no blog:
Páscoa transreligiosa
História da páscoa
Missão dos cristãos
Urgência da unidade
Mandinga para um mundo novo

Um comentário:

  1. Os bispos católicos romanos do Brasil estão reunidos desde o dia 10 de abril, em Aparecida-SP, para a 51a. Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). No dia 16 ocorreu a Celebração Ecumênica com a presença das seguintes igrejas e organismos: Igreja Episcopal Anglicana do Brasil (IEAB), Igreja Evangélica de Confissão Luterana do Brasil (IECLB), Igreja Presbiteriana Independente (IPI), Igreja Presbiteriana Unida (IPU), Comunidade Carisma, Coordenadoria Ecumênica e Serviço (CESE) e Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (CONIC).

    http://sn.ieab.org.br/2013/04/17/bispo-primaz-na-51%C2%BA-assembleia-da-cnbb-em-aparecida-do-norte/

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua participação!