4 de fev de 2013

HARMONIA INTER-RELIGIOSA

The Golden Rule (UN Photo/ Milton Grant)
Semana Mundial da Harmonia Inter-religiosa: 1 a 7 de Fevereiro.
Mensagem do Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon:

“Para bilhões de pessoas em todo o mundo, a fé é um fundamento essencial da vida.

Ela dá força nos momentos de dificuldade e um importante sentido de comunidade. A grande maioria das pessoas de fé vive em harmonia com seus vizinhos, seja qual for o seu credo, mas cada religião abriga também uma minoria estridente preparada para afirmar doutrinas fundamentalistas através de intolerância e violência extrema.

Esses atos são uma afronta à herança e aos ensinamentos de todas as grandes religiões. Eles também violam a Declaração Universal dos Direitos Humanos, que afirma o direito de todos à liberdade de pensamento, consciência e religião. É imperativo que a maioria moderada seja habilitada de forma a permanecer firme contra as forças do extremismo. Mas isso só pode ser alcançado através de uma forte liderança.

No próximo mês, em seu fórum em Viena, a Aliança de Civilizações prosseguirá os seus esforços para unir as religiões e culturas. Seja no palco internacional ou nas suas comunidades, os líderes religiosos e culturais têm a responsabilidade de falar a língua da tolerância e do respeito. Esta é uma mensagem central da Semana Mundial de Harmonia Inter-religiosa.

Nós também devemos chegar aos jovens com uma mensagem de esperança. Muitas vezes marginalizada, desempregada e frente a um futuro de incerteza, a juventude pode ser presa fácil para os fanáticos que oferecem um sentido de causa e comunidade. Precisamos expor a invalidade desta isca e oferecer uma alternativa atraente.

Isto não pode ser alcançado só através de palavras. Os jovens precisam de emprego e uma participação significativa num futuro no qual eles possam acreditar.

A ONU está atualmente envolvida na definição de uma agenda de desenvolvimento sustentável pós-2015. O nosso objetivo é erradicar a pobreza extrema no nosso tempo de vida e promover a oportunidade econômica equitativa para todos e, ao mesmo tempo, proteger o meio ambiente. Para isso, precisamos do envolvimento de todos os atores – incluindo os jovens e comunidades de fé.

Vivemos em tempos de turbulência e transformação – econômicos, ambientais, demográficos e políticos. Estas transições trazem ao mesmo tempo esperança e incerteza. O nosso trabalho é garantir que a esperança vença, e a nossa tarefa será mais fácil se os seguidores de todas as religiões colaborarem com uma causa comum.

Não esqueçamos nunca que o que nos divide é minúsculo se comparado com o que nos une. Trabalhando juntos, podemos alcançar todos os nossos objetivos de prosperidade, paz e bem-estar físico e espiritual.”

Saiba mais sobre a Semana Mundial da
Harmonia Inter-religiosa aqui.

Mais no blog:
Combate à intolerância religiosa
Paz entre as religiões
Tecendo diálogos
Desafio do pluralismo
Religiões e paz
Coexistência?!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!