30 de jul de 2012

CONHEÇA PIERRE VERGER




O vídeo Pierre Verger: mensageiro entre dois mundos (em 3 partes), de Lula Buarque de Holanda, com apresentação de Gilberto Gil, é uma ótima introdução às pontes culturais criadas por esse grande fotógrafo e etnólogo autodidata franco-brasileiro, que revelou o nosso Candomblé para o mundo.

Ele dizia que "... O Candomblé é para mim muito interessante por ser uma religião de exaltação à personalidade das pessoas. Onde se pode ser verdadeiramente como se é, e não o que a sociedade pretende que o cidadão seja. Para pessoas que têm algo a expressar através do inconsciente, o transe é a possibilidade do inconsciente se mostrar".

Pierre Edouard Leopold Verger (Paris, 4 de novembro de 1902 - Salvador, 11 de fevereiro de 1996) assumiu até o nome religioso “Fatumbi” (renascido pelo Ifá). Aos 30 anos, depois de perder a família, viveu errante como fotógrafo jornalístico, viajou muito pela África até que chegou a Salvador e se apaixonou pela nossa gente e sua religiosidade.

A fotografia em preto e branco era a sua especialidade. Usava uma máquina Rolleiflex que hoje se encontra na Fundação Pierre Verger, em cujo site (veja aqui) podem ser apreciados também os seus 62 mil negativos, organizados por ele mesmo em ordem geográfica. Pelos seus escritos e pesquisas, a Universidade Sorbonne conferiu-lhe o título de doutor em 1966.

Mais no blog:
Na rota dos Orixás
Candomblé no Fórum
Pensamento de Mircea Eliade

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!