23 de abr de 2012

O PAPA E O DIÁLOGO

Defesa da Dissertação de Mestrado em Ciências da Religião na UNICAP
de Claudi Gonçalves da Silva

João Paulo II e o Diálogo Inter-religioso

A dissertação tem como objetivo analisar a postura do Papa João Paulo II em relação ao diálogo inter-religioso, buscando compreender os seus paradoxos, ambiguidades e contribuições, bem como as controvérsias suscitadas por sua postura no âmbito da Cúria Romana. Para se compreender a relação da Igreja Católica com os não cristãos, faz-se necessária uma análise histórico-teológica na qual é possível perceber que Jesus como fundador do cristianismo sinaliza a importância do acolhimento e do diálogo com os povos de diversas crenças. Porém, ao longo dos séculos, a atitude da Igreja Católica frente às outras tradições religiosas, foi marcada por posturas exclusivistas, intolerância e combate. Nessa trajetória, o Concílio Ecumênico Vaticano II (1962-1965), indica uma nova atitude em relação ao diálogo inter-religioso. Através de suas viagens, gestos e discursos, João Paulo II abre possibilidades de se aprimorar o diálogo entre religiões, tendo em vista a complexidade dos desafios na humanidade. Palavras-chave: diálogo inter-religioso, Igreja e religiões, Cristianismo e valores.

Dia 2 de maio às 9h
No anfiteatro do 3º andar do bloco G4


Banca Examinadora:
Bartolomeu Figueirôa de Medeiros (UFPE)
Gilbraz de Souza Aragão (UNICAP)
Sérgio Sezino Douets Vasconcelos (Orientador)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!