25 de ago de 2011

FALECEU DOM CLEMENTE ISNARD

Vítima de infarto, faleceu ontem à tarde (24/08), aqui no Recife, o bispo emérito de Nova Friburgo (RJ), e ex-vice-presidente da CNBB, dom Clemente José Carlos Isnard, de 94 anos, uma das grandes referências de liturgia da Igreja católica no Brasil. O velório está acontecendo no Mosteiro de São Bento de Olinda, da sua ordem religiosa, e às 17h haverá missa de corpo presente, seguida do sepultamento.

Dom Clemente é do Rio de Janeiro, onde em 1960 tornou-se bispo da diocese de Nova Friburgo. Lá esteve até ficar emérito em 1992. Ainda foi vigário em Duque de Caxias e ultimamente vivia no Recife (Ah, esse clima libertário de Pernambuco!). Em 2008 Dom Clemente publicou o livro Reflexões de um bispo, onde defende o celibato como escolha pessoal e não como condição para o ministério e pondera que a ordenação de mulheres também ajudaria a Igreja a ser mais viva, mais mística e mais humana. Aponta ainda para a nomeação dos bispos com participação popular e a sucessão apostólica estendida a todos os bispos. Foi muito criticado por propor essa reforma na Igreja católica.

Passemos a palavra ao próprio Dom Isnard (pg. 37 do livro): "Terminada a redação desse opúsculo, falei de seu conteúdo ao abade do mosteiro. Ele não leu o livro, mas por ouvir falar de algo nele abordado, julgou de seu dever me prevenir de que essa publicação iria me trazer muitos sofrimentos, e até respingos sobre ele e o mosteiro". E, após questionar Que sofrimentos seriam esses?, o próprio bispo continua: "Tenho certeza de que nesse opúsculo não há nada contra a fé católica. Pelo contrário, penso que embora ele arrisque para mim alguma contestação do superior (só tenho um superior que é o Papa), enfrentarei isso com tranqüila consciência. Caso eu optasse agora pela minha tranqüilidade, pela velhice com honra e consideração, eu estaria traindo minha vocação, a vocação que me trouxe ao mosteiro...". Um santo, né?!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!