23 de jun de 2011

RELIGIÃO POPULAR NOS ANOS 60



Desde o dia 20/05, o Canal Brasil (canal 66 na TV fechada) apresenta sete documentários inéditos na televisão brasileira, realizados no início dos anos 60 no Brasil pelo cineasta Adrian Cowell. Cultura, História e Política se misturam para retratar vários aspectos do progresso industrial e os impactos sobre as populações nativas nos filmes “O Destino do Coronel Fawcett” (1960), “A Destruição do Indio – Carnaval da Violência” (1960), “A Destruição do Indio – Caminho para Extinção” (1961), “A Destruição do Indio – O Coração da Floresta” (1961), “Cultos do Sertão – Jangadeiros” (1963), “Cultos do Sertão – Os Filhos de Santo” (1963) e “Cultos do Sertão – Romeiros” (1963).

Nascido na China em 1934, Adrian Cowell (veja acima o seu filme Chico Mendes: eu quero viver e aqui trechos de outros filmes) estudou na Inglaterra e na Austrália e, atualmente, vive em Londres. No Brasil, o documentarista registra e acompanha, desde 1958, o processo de desenvolvimento, sobretudo da Amazônia. Em sua obra, é possível ver os avanços da agricultura e pecuária, projetos de colonização, construções de estradas e hidrelétricas e suas conseqüências no cotidiano de povos indígenas, seringueiros, madeireiros e garimpeiros.

Quem puder, principalmente se vive ou estuda Pernambuco, não deixe de ver os três filmes "Cultos do Sertão": retratam com fineza de pesquisador erudito e engajado a fé popular da nossa gente, as romarias do Nordeste e os terreiros de umbanda na periferia do Recife, no início da década de 60. O cineasta vem da escola inglesa de documentários e utiliza muito a tradição da voz off em seus filmes, de marcar bem aquilo que ele quer que seja visto. Mas a câmera dele vai além e nos revela cenas inusitadas de religiosidade, colocando-nos dentro dos rituais.

Veja aqui a programação (canal 66 na Sky):
Cultos do Sertão – Jangadeiros (1963) (25’) / Sexta, dia 17/06, às 20h e sábado, dia 18/06, às 11h.
Cultos do Sertão – Os Filhos de Santo (1963) (26’) / Sexta, dia 24/06, às 20h e sábado, dia 25/06, às 11h.
Cultos do Sertão – Romeiros (1963) (25’) / Sexta, dia 01/07, às 20h e sábado, dia 02/07, às 11 h.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!