23 de mai de 2011

XANGOZEIRO OU EVANGÉLICO...

.

O que se vê nas periferias do Grande Recife, e em muitas cidades do interior pernambucano agora também, às margens do catolicismo muito institucionalizado e racionalista, é uma disputa entre evangélicos e seguidores de tradições afro-brasileiras pelo campo religioso, pela organização da existência das pessoas. Mas nem sempre os agentes dessas religiosidades percebem que os seus símbolos diversos e diferentes vivências, se bem interpretados, chegam a resultados muito parecidos de inclusão social e de vida íntegra.

Da transformação do pai de família sem rumo, de volta ao lar e convívio social através de uma igreja evangélica, às meninas de baixa renda que se transformam em bailarinas de dança afro e recuperam a sua autoestima através do maracatu, o que há em comum entre Igrejas Evangélicas e Grupos de Cultura e Religião Afro?! Neste cenário, normalmente de oposição, vamos conhecer e desmistificar preconceitos e expor visões distintas de instituições transformadoras da sociedade, e construtoras de culturas específicas.

Essa é a proposta do documentário de Will Tenório. O amigo formou-se pelo Ponto de Cultura Núcleo de Comunicação Comunitária do Recife. Obteve experiência como Cinegrafista na TV Comunitária do Recife. Participou do Curso de Formação de Educadores, adquiriu experiência profissional no programa de TV ESTEREO CLIP, ministrou oficinas de Vídeo no Programa Células Culturais nas Escolas do Governo do Estado em 2009 e em Pontos de Cultura em 2010.

E você, o que pensa: "só Jesus salva"?! Como assim?!

Veja aqui notícia sobre conflito entre cristianismo e candomblé,
Veja aqui reflexão sobre o diálogo entre cristãos e xangozeiros.

2 comentários:

  1. Vídeo otimoooo!!! Parabéns!!!
    E para minha surpresa, um dos repórteres é um colega meu :)

    ResponderExcluir
  2. Ah, só Jesus salva, se você é cristão e aí, no seu ambiente, tem o direito de exultar pela experiência de encontrar, nesse judeu, um modelo de self, que descentra você do seu ego, que o salva da sua mesquinharia egóica...
    Mas se você é de outra tradição de fé, vai encontrar outros modelos que vão lhe trazer, possivelmente, tanta saúde e salvação quanto Jesus traz pros cristãos! Se você é do Xangô, por exemplo, certamente vai ter por modelo um orixá, que vai fazer a sua cabeça e livrá-lo de "si mesmo"...
    Então, nem toda religião que aparece por aí salva efetivamente... Mas, em princípio, qualquer cultura religiosa pode trazer paz e vida boa!
    Axé! Maria da Conceição.

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua participação!