30 de mai de 2011

RELIGIÃO E MÍDIA

V Congresso Internacional em Ciências da Religião
e XII Semana de Estudos da Religião
.

..Tema: A Religião na Mídia, A Mídia na Religião
Data: 28 a 30 de setembro de 2011
Local: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
.
A relação entre religião e mídia não é nova. O próprio cristianismo expandiu-se motivado pela frase “O verbo se fez carne e habitou entre nós” (Jo 1, 14). Se nas sociedades tradicionais a religião tinha uma posição privilegiada como formadora e inspetora dos valores, hábitos, condutas e da visão de mundo, esta posição hoje parece ter sido ocupada pela mídia. Nas sociedade contemporâneas, submetidas ao processo de globalização, acontece o que J. Thompson chamou de um intenso processo de midiatização da cultura. A cultura, inclusive a religião, “passa” cada vez mais pela mídia e na mídia. Este processo de midiatização da religião repercute fortemente no campo religioso, provocando mudanças na correlação de forças entre os agentes religiosos. As tensões e disputas no campo religioso, por sua vez, repercutem na concepção e no uso que as religiões, igrejas e grupos religiosos fazem do aparato midiático. Surgem os conglomerados midiático-religiosos. A inserção ou apropriação de elementos religiosos pela mídia pode redundar numa concepção da mídia como substitutivo ou Ersatz da religião.
.
Por outro lado, a própria religião, nas suas mais diversas expressões, institucionalizadas ou não, ao recorrer à mídia como um instrumento estratégico de comunicação e de expansão, altera ou formata conteúdos e símbolos já tradicionais para adaptá-los à lógica empresarial e à linguagem midiática. Rituais religiosos são produzidos para se tornarem espetáculos midiáticos. As relações entre mídia e religião são, portanto, complexas e estão sujeitas a uma dinâmica contínua. O que muda na religião no processo de midiatização? A mídia assumiu funções sociais da religião? Como pensar a interação entre cultura popular, mídia e religião? Se a mídia, principalmente a eletrônica e a Internet, torna-se o grande produtor e difusor de conteúdo simbólico, como pensar ainda o uso de conceitos como “campo religioso”, “linguagem religiosa”, “agentes religiosos especializados”? O V Congresso Internacional em Ciências da Religião pretende oferecer um espaço de reflexão e debate sobre estas e outras indagações que a nova realidade sócio-cultural, surgida da interação entre mídia e religião, nos propõe.
.
Mais informações e inscrições aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!