10 de mai de 2011

CICLOS DA VIDA

O Projeto Ciclos resultou em um CD com 10 faixas, dentre as quais 6 eu assino letra e música (Alma Gêmea, Amigo, Novo Tempo, Quando a Vida é Alegria, O Sono de Pedro e Quem quer ver Deus), e 3 faixas são em parcerias: Asas do sonho, com Robson e Izabel; A Colheita, com Valdir Santos e Há Paz com Clóvis Nunes. A Oração de São Francisco, escrita pelo Padre Paraguaio Casimiro Irala, tem a participação especialíssima de Elba Ramalho.

No disco optei por uma sonoridade Folk, Rural, a partir dos instrumentos de cordas utilizados nos arranjos escritos por Elias Paulino, Alex Sobreira e Fabiano Menezes. Foram utilizados cavaquinho, bandolim, bandola, violão Folk de 6 cordas, Viola de 12, Violão de nylon, Acordeom, violinos e violoncelo. Algumas faixas foram ornamentadas com piano, órgão, e uma leve percussão amparando as levadas. As gravações transcorreram em um clima de parceria com toda a equipe que participou do Projeto, incluindo músicos, técnico de som, produção, estúdio, design e finalização de mixagem e masterização.

Quando escrevi as letras estava refletindo sobre o pensamento do sociólogo Polonês Zigmunt Bauman, autor do livro Modernidade Líquida (2001). Os temas das canções abordam assuntos relacionados aos valores humanos, consumismo desenfreado, valorização do ser, ecologia, solidariedade entre os povos, gênero, cultura de paz, amizade, família. Temas que retratam uma visão humanitária do mundo, do universo, canções introspectivas. 

Meu objetivo como Músico e Pedagogo é oferecer momentos de reflexão através de canções que podem ser vinculadas a atividades infanto-juvenis nas escolas, ONGs, no lar, nas variadas instituições que se preocupam com a humanização das pessoas e com as relações interpessoais. Não é um CD “religioso”, mas pode oferecer elementos para reflexão acerca de várias maneiras de crer, de ter fé, independente de raça, partido político ou religião. O clima das canções é ameno e revestido de levadas universais com base no folk, e com ritmos locais, como é o caso de Alma Gêmea, um xote gracioso com frases de acordeom.

O título CICLOS surgiu da leitura de um capítulo do livro O Grande Enigma do autor Francês Léon Denis (1846-1927), que aborda a Lei Circular da Vida. Artistas que em sua trajetória de carreira trabalharam temas semelhantes me inspiraram a realizar o Projeto Ciclos; Bob Dylan, Cat Stevens (Yusulf Islam), Sinead O’Connor e John Lennon. E aqui não me vejo em nenhum ato de conversão. Acredito que a espiritualidade do ser humano não é valorizada na educação de hoje, e que a Cultura de Paz pode gerar benefícios se for inserida no currículo oficial. Decidi colocar minha arte a serviço de uma proposta que une uma nova visão de mundo, buscando resultados educacionais e de reflexão. Ver o ser humano como um ser integral. 

Parte das vendas dos CDs será destinada a instituições que trabalham com crianças órfãs, crianças com câncer e abrigo de idosos. O contato para aquisição pode ser na Casa de Farinha Produções, tel. (81)3441-1241; ou pelo e-mail: contato@silveriopessoa.com.br  


músico e educador, mestrando em Ciências da Religião na UNICAP.

Um comentário:

  1. Meu caro Silvério, fico feliz por esse seu projeto. Considerando o fato que falar de paz, amor, amizade, alegria, e etc, nunca é demais. Parabéns. Tem sido um imenso prazer fazer parte dessa nova thurma (7ª) do mestrado em Ciências da Religião da UNICAP. Apesar das minhas inúmeras atividades e compromissos, conto os dias, para que chegue os dias dos nossos encontros de sala de aula.

    José Roberto

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua participação!