1 de abr de 2010

ALIANÇA DE CIVILIZAÇÕES


Por Ministério das Relações Exteriores do Brasil
Nos dias 28 e 29 de maio de 2010, será realizado, no Rio de Janeiro, o III Fórum Mundial da Aliança de Civilizações. Participarão do encontro mais de duas mil pessoas. Entre elas, líderes políticos e empresariais, prefeitos, ativistas da sociedade civil, jovens, jornalistas, representantes de fundações, organizações internacionais e líderes religiosos.

O Presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, o Presidente de Governo da Espanha, José Luis Rodríguez Zapatero, o Primeiro-Ministro da Turquia, Recep Tayyip Erdoğan, o Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, e o Ex-Presidente de Portugal, Jorge Sampaio, Alto Representante das Nações Unidas para a Aliança das Civilizações, estarão entre os participantes. A diversidade da cidade do Rio de Janeiro fornecerá o cenário ideal para a realização desse imenso trabalho, que abordará um dos mais complexos desafios que as sociedades enfrentam hoje.

Mais do que nunca, nosso mundo é moldado por uma intensa interação entre as diversas comunidades culturais, religiosas e linguísticas. Essa diversidade é uma crescente fonte de enriquecimento e de oportunidade. Mas também pode levar a tensões, incompreensões e hostilidade. Por esse motivo, construir relações pacíficas entre as diferentes culturas tornou-se um dos mais importantes desafios contemporâneos.

O Fórum do Rio será uma plataforma abrangente, reunindo o conhecimento, a experiência e a energia de um vasto leque de parceiros governamentais e não-governamentais, de diversos países, todos empenhados em repensar a forma como lidamos com as tensões entre as culturas. A Aliança de Civilizações se propõe a por em prática iniciativas concretas que promovam a confiança e a compreensão entre as comunidades heterogêneas.

O III Fórum apresentará algumas iniciativas pioneiras com potencial para serem ampliadas e replicadas em outras comunidades ao redor do mundo. Com o encontro, pretende-se criar uma interface global conectando jovens ativistas com líderes empresariais; defensores dos direitos humanos com políticos, líderes políticos com a sociedade civil, chefes das comunidades religiosas com acadêmicos, jornalistas e editores. Uma vez reunidos, eles poderão compartilhar ideias, desenvolver novos pensamento, e colaborar para construir a confiança mútua.

Os participantes do Fórum terão a oportunidade de abordar questões como o desafio de promover a integração em sociedades multiculturais, as influências centrípetas e centrífugas da globalização no sentimento de pertencimento e de identidade, o fortalecimento do papel das mulheres na sociedade por meio da educação, o papel de líderes religiosos na promoção da paz e o impacto dos meios de comunicação sobre a percepção de outras culturas.

Os encontros serão organizados em diversas sessões de trabalho, oficinas e debates, nos quais os participantes se reunirão para criarem novas iniciativas, destinadas a fazer face à intolerância e à incompreensão entre as culturas. Interligar culturas e construir a paz. Esse é o desafio de todos.

Acesse aqui a programação e inscrição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!