1 de jan de 2010

PROJETOS DE PESQUISA EM 2010

1. A SECULARIZAÇÃO E SUA INFLUÊNCIA NA DINÂMICA DAS FAMÍLIAS COM ADOLESCENTES E JOVENS

Coordenado pelos professores Antônio Mota e Luiz Libório, esse projeto visa identificar as características da experiência e crise religiosa do adolescente e do jovem na transformação cultural de uma sociedade secularizada. Visa, também, elencar as percepções, representações, motivações e atitudes que interferem no relacionamento de adolescentes e jovens com suas famílias, com o divino e com suas comunidades de fé, configurando uma nova matriz religiosa na atualidade. Especialmente, buscam-se as características do propalado “ateísmo” adolescente, em nível psico-emotivo e atitudinal, numa sociedade marcada pela subjetividade.

Os graduandos de iniciação científica e os mestrandos orientados pelos professores e vinculados a esse projeto de pesquisa, que está relacionado à Linha "Campo Religioso Brasileiro, Cultura e Sociedade", reúnem-se no Grupo de Estudo Identidade e Valores, quintas-feiras, 17h, no Laboratório do Mestrado, 7º andar do G4. Maiores informações com Luiz Libório pelo tel. 2119-4430.


2. FUNDAMENTOS TEÓRICOS E PROCESSOS HERMENÊUTICOS NA INTERPRETAÇÃO E RECEPÇÃO DE TEXTOS SAGRADOS (Projeto patrocinado pelo PROCAD, em parceria com a PUC-Goiás e a EST-São Leopoldo).

O objetivo é promover cooperação acadêmica, possibilitando intercâmbio e produção de conhecimentos e reflexões teóricas sobre fundamentos e processos hermenêuticos na interpretação da literatura sagrada no campo dos estudos sobre a religião, observando novas demandas e ênfases regionais, fortalecendo, assim, a pesquisa e a pós-graduação por meio da colaboração entre programas de pós-graduação. São objetivos específicos: Facilitar o desenvolvimento contínuo e progressivo da interdisciplinaridade nas atividades de pesquisa, ensino e extensão, objetivando o diálogo e a troca entre os saberes, indivíduos e grupos; Mapear, por meio de estudos de caso, os fundamentos hermenêuticos de estudiosos dos textos sagrados em território brasileiro, estabelecendo vínculo de diálogo crítico com as influências filosóficas advindas de espaços acadêmicos europeus ou norte-americanos. A equipe UNICAP do Projeto, dentro da Linha de Pesquisa "Tradição Judaico-cristã, Cultura e Sociedade", é composta por João Luiz, Cláudio Malzoni e Drance Elias.

HERMENÊUTICAS DAS CURAS NAS PRÁTICAS RELIGIOSAS DE JESUS: O prof. João Luiz Correia Júnior (tel. 2119-4156) está trabalhando na interpretação das curas de Jesus. O objetivo da sua pesquisa é apresentar estudos recentes na área dos Estudos Bíblicos sobre os relatos de curas nos Evangelhos, buscando aportes interpretativos para o fenômeno da relação Religião e Saúde nos dias hoje. Essa pesquisa faz parte de um projeto mais amplo, Fundamentos Teóricos e Processos Hermenêuticos na Interpretação de Textos Sagrados, que é patrocinado pelo Procad-Capes e envolve equipes também na PUC-Goiás e na EST-São Leopoldo. O prof. João Luiz se reúne com os orientandos no Grupo de Estudo Religião e Saúde, nas terças-feiras, 17h30, na sala B-305 da UNICAP.

HISTÓRIA DA BÍBLIA NO BRASIL: O objetivo desse projeto, encabeçado pelo prof. Cláudio Malzoni, é apresentar quais as principais figuras que trabalharam na tradução da Bíblia no Brasil, através de entrevistas e biografias. Se você tem gosto por literatura e tem interesse pela escritura judaico-cristã, encontrou boa parceria aqui! O prof. Cláudio mantém também um Grupo de Estudos sobre o “Grego do Novo Testamento”: toda terça-feira, das 17h30 às 18h20, na sala 304 do bloco B. Trata-se de um grupo de estudos de grego bíblico que se reúne há algum tempo. Neste ano, continuará estudando a gramática grega e passará à leitura do evangelho segundo Marcos. Novos componentes são bem-vindos desde que sejam alfabetizados em grego e tenham conhecimento mínimo de gramática. Iniciantes podem se inscrever na disciplina Grego Bíblico no curso de Teologia. No mais, é só chegar ou telefonar no 2119-4090 para maiores informações.

O DISCURSO BÍBLICO DA PROSPERIDADE NO NEO-PENTECOSTALISMO, DESLOCAMENTO HERMENÊUTICO E REDUCIONISMO ECONÔMICO: Tomando o Mercado como uma instituição social fundamental para compreender o comportamento das religiões, observa-se que o entendimento de “atividade religiosa” na práxis das religiões, especialmente Neopentecostais, vem sofrendo mudança, pois, no decorrer dessas duas últimas décadas, “atividade religiosa” soa como atividade econômica, ou alarga-se para esse entendimento. O objetivo da pesquisa, pois, é analisar o discurso bíblico Neopentecostal, enfocando, do ponto de vista hermenêutico, formas discursivas de reducionismo econômico-financeiro dessa práxis religiosa. A pesquisa, desenvolvida pelo prof. Drance Elias (tel. 2119-4030) e os seus orientandos, visa desvendar aspectos da complexa trama estabelecida na relação entre Religião e Mercado.


3. RELIGIOSIDADE POPULAR E PODER NO NORDESTE ORIENTAL DO BRASIL: ALTERIDADE E INTOLERÂNCIA (Projeto patrocinado pelo PROCAD, em parceria com a UMESP-São Paulo e UFPB-João Pessoa)

Este projeto, coordenado pelos professores Luiz Carlos Luz Marques (tel. 2119-4169), Sérgio Vasconcelos (tel. 2119-4034) e Zuleica Campos (tel. 2119-4428), tem como objetivos: discutir o conceito de religiosidade popular e suas expressões culturais; realizar um estudo de manifestações de religiosidade popular que possam ser classificadas de messiânicas e/ou milenaristas e suas relações com o chamado Mito do Quinto Império; identificar a herança inquisitorial nas ações da repressão policial e nos processos judiciais republicanos contra as diferentes manifestações da religiosidade popular nordestina; compreender as diferentes gramáticas ou conjuntos léxicos que possibilitam os fenômenos híbridos - outrora chamados de sincréticos - afro-brasileiros e seus desdobramentos na religiosidade popular do Nordeste Oriental, como também as construções das identidades de matriz africana, buscando salientar as suas semelhanças, diferenças e especificidades; buscar os sinais indicativos da presença e influência do Espiritismo kardecista na religiosidade popular de raiz bíblico-católica; identificar, nas práticas cultuais dos agentes de pastoral qualificados das principais Igrejas cristãs radicadas na Região as influências e os sinais de permanência da religiosidade popular de seus ambientes de origem, que resistiram aos processos de formação teológica institucional; elaborar ferramentas teórico-metodológicas para um futuro mapeamento das manifestações religiosas do Nordeste Oriental do Brasil, que possa dialogar com o Inventário Nacional de Referências Culturais (INRC), proposto pelo IPHAN – Ministério da Cultura.

Se você tem interesse em discutir estas questões, relacionadas à Linha de Pesquisa "Campo Religioso Brasileiro, Cultura e Sociedade" e vinculadas a um Projeto de Pesquisa apoiado pelo Procad-Capes, envolvendo também equipes na UMESP e na UFPB, tem duas oportunidades de participação:

Uma é o Grupo de Estudo Religião e Cultura Afro, onde se encontram os pesquisadores ligados a Sérgio e Zuleica: quartas-feiras, às 10 h, no Laboratório do Mestrado. Eles se dedicam ao estudo dos afro-brasileiros no Recife - oralidade, textualidade e imagem. Pretendem investigar o processo de modernização ocorrido nas religiões de tradição africana no Recife, analisando a importância atribuída à produção escrita e visual no processo de aprendizado dos devotos dos Xangôs pernambucanos. Trata-se de compreender até que ponto os processos de reafricanização, anti-sincretismo, intelectualização dos sacerdotes e sacerdotisas discutidos em outros estados brasileiros têm repercussão no Recife.

Outra oportunidade é o Grupo de Estudos sobre Formas Históricas de Governo nas Igrejas, coordenado pelo professor Luiz Carlos Luz Marques, nas sextas-feiras, 11h, no Laboratório do Mestrado (7º andar do G4). O Grupo interessa a quem tem gosto pela história das religiões.


4. IGREJAS E SOCIEDADE NO BRASIL REPÚBLICA: MOVIMENTOS SOCIOPOLÍTICOS E LIDERANÇAS ECLESIAIS

O projeto, que é liderado pelo professor Newton Cabral (tel. 2119-4028), tem por objetivo reconstruir alguns dos momentos-chave das relações que se estabeleceram, no Brasil, entre as Igrejas das mais diversas tradições cristãs, e seus ministros e seguidores, no duplo papel social de cidadãos e fiéis, da Proclamação da República até os nossos dias.

Vinculado à Linha de Pesquisa "Campo Religioso Brasileiro, Cultura e Sociedade", o projeto deseja suscitar pesquisas que explorem especialmente a documentação dos arquivos públicos e privados do Nordeste e de outras regiões do país, visando a compreensão dos processos e dos momentos mais significativos das relações entre as Igrejas e a sociedade no Brasil, desde a proclamação da República, enfatizando os movimentos sociopolíticos inspirados nas doutrinas das diversas igrejas cristãs, bem como o pensamento e a atuação de lideranças eclesiais das mesmas igrejas.


5. A RENOVAÇÃO DAS NOELISTAS NO RECIFE NA VIRADA DO TERCEIRO MILÊNIO

O projeto, que é encabeçado pelo professor Ferdinand Azevedo, estuda o processo de renovação cívico-religiosa empreendida por Lúcia Uchoa junto ao Movimento Noelista católico, tentando entender a significância dessa renovação feminina cristã. Depois das Noelistas realizarem dois atos cuja projeção social tem significado até os nossos dias (a declaração do Dia Nacional de Ação de Graças e a celebração do Dia Interamericano de Ação de Graças, com a presença do Presidente Getúlio Vargas, em 1951), o movimento começou a perder sua vitalidade. Reafirmando o carisma da fundadora do Movimento Noelista no Brasil, Felipa Uchoa Cavalcante (1873-1951), Lúcia Uchoa de Costa e Silva (1918-2006) revelou-se na renovação das Noelistas, especialmente no Recife.

Além da discussão com os orientandos no Mestrado, o Pe. Ferdinand (tel. 2119-4338) conta com a colaboração de dois estudantes do PIBIC, Luísa Ximenes e Aramis Leite Junior. Eles se encontram no Laboratório do Mestrado nas manhãs de segunda e terça, para avançar com essa pesquisa que está ligada à Linha "Tradição Judaico-Cristã, Cultura e Sociedade".


6. TRANSDISCIPLINAR E TRANSRELIGIOSO: UMA LÓGICA TERNÁRIA PARA O DIÁLOGO

O olhar transdisciplinar busca encontrar os princípios convergentes entre e para além das ciências e de todas as culturas, o que favorece a emergência de uma visão e um diálogo trans-cultural e trans-religioso. Isso leva à relativização radical de cada perspectiva, mas sem cair no relativismo, uma vez que a Transdisciplinaridade nos permite encontrar o mundo comum e/ou a “concordia mundis” e o terceiro incluído entre cada par de contraditórios no qual esbarra a realidade. Como é, então, que a atitude trans-cultural e trans-religiosa da transdisciplinaridade pode ajudar a teologia, sobretudo cristã, em sua compreensão do diálogo inter-religioso? Responder a essa questão é a meta desse projeto de pesquisa, vinculado à Linha "Tradição Judaico-Cristã" e promovido pelo prof. Gilbraz Aragão e equipe.

Um Grupo de Estudos sobre Transdisciplinaridade e Diálogo reúne as pessoas em torno dessas idéias, toda quarta às 17, no Laboratório do Mestrado (7º andar do Espaço Executivo). Um Fórum Inter-Religioso, para escuta de animadores de tradições religiosas da região, realiza-se toda 2ª segunda-feira, 17h, no Auditório do CTCH (1º andar do bloco B). E tais estudos e vivências são disponibilizados no site Observatório Transdisciplinar das Religiões do Recife. Mais informações no tel. 2119-4022.


7. CRISTIANISMO NO MUNDO GLOBALIZADO: INTERFACES CONTEXTUAIS

Capitaneado pelo Prof. Degislando Nóbrega (tel. 2119-4123) e pelo Pe. Pedro Rubens (tel. 2119-4110), o projeto pretende estabelecer, no âmbito da Linha Pesquisa “Tradição judaico-cristã, cultura e sociedade”, um referencial de como vem sendo refletido no nível prático e teórico a interface entre contextos moderno/pós-moderno e cristianismo no mundo globalizado, tomando como matéria do estudo a reflexão cristã, especialmente do Brasil, e documentos de orientação da presença e ação dos cristãos no mundo atual.

Muitas mudanças ocorreram na década de 90, tanto no campo político como no campo econômico. A globalização, embora seja um conceito polissêmico, representa uma extensão da modernidade que intensificou o caráter de interconexão da vida política, econômica e social dos povos do planeta e estendeu os efeitos da modernidade para o mundo todo por meio das tecnologias de comunicação. As religiões, em geral, e o cristianismo, em particular, não ficaram alheias a esse processo. Onde se situa o cristianismo nisso tudo? Qual o estado da reflexão na tradição cristã atual na interação com essa modernidade do mundo global? Há contextos para o cristianismo nesse universo global, também representado com as metáforas de “modernidade tardia” (Anthony Giddens), “ultramodernidade” (Jean-Paul Willaime) ou de “hipermodernidade” (Gilles Lipovetsky), cuja característica é a “secularização da secularização”? Está subjacente a esse processo a exculturação do cristianismo? A pesquisa procura focalizar e qualificar os deslocamentos do cristianismo na contemporaneidade, nos âmbitos do locus teológico, da dinâmica dos movimentos cristãos e das orientações das Igrejas no tocante à ação das membresias.


8. AS MATRIZES DA TRADIÇÃO JUDAICO-CRISTÃ NOS PRIMEIROS SÉCULOS DA ERA CRISTÃ: FÉ E RAZÃO NOS PADRES DA IGREJA CRISTÃ MEDIEVAL

O objetivo geral desse Projeto de Pesquisa, vinculado à Linha Tradição Judaico-Cristã" e liderado pelo professor Marcos Roberto Costa, é investigar e analisar as matrizes presentes na formação da Tradição Filosófico-Teológica Cristã, enfatizando as relações de colaboração/conflitos entre fé e razão nos Padres da Igreja Cristã Medieval, mostrando em que sentido os mesmos ajudam ou orientam a reflexão/ação do fazer filosofia/teologia nos dias de hoje. Os objetivos específicos se caracterizam pela pesquisa/análise dos conceitos decorrentes da temática central (fé e razão no Pensamento dos Padres da Igreja Cristã Medieval), a saber: detectar e analisar as filosofias fundantes no pensar filosófico-teológico dos Padres da Igreja Cristã Medieval; identificar e analisar os princípios bíblico-teológicos fundadores do pensar desses Padres; analisar as relações de colaboração/conflitos entre os dois corpus teóricos (Filosofia e Teologia) na formação do pensamento filosófico-teológico cristão medieval; mostrar a importância do estudo/pesquisa da formação do pensamento filosófico-teológico dos Padres da Igreja Cristã Medieval para o fazer filosofia-teologia nos dias atuais.

O pesquisador e seus orientandos reúnem-se no Grupo de Estudo sobre Santo Agostinho, toda quinta-feira, às 17h, no Laboratório do Mestrado, 7º andar do Bloco G4. Maiores informações com Marcos Roberto (tel. 2119-4029).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!