28 de out de 2009

PERIPATHÉIA INTER-RELIGIOSA


O CAMINHO DAS RELIGIÕES EM RECIFE E OLINDA
dia 7 de novembro (sábado) das 7 às 17h
contatos: arturperegrino@unicap.br

Peripathéia Inter-Religiosa significa aprender andando, sobre as tradições religiosas. O estudo do fenômeno religioso é normalmente desenvolvido através de aulas expositivas e leitura de documentos, quando muitas espiritualidades se constituíram na história como um “caminho” para os outros e para o Outro. Por isso, pensamos em aproveitar as leituras e vivências que os estudantes já possuem em nossa sociedade “da informação”, para visitar alguns centros religiosos da nossa área metropolitana e, sobretudo, para caminhar e conversar pela cidade, procurando superar preconceitos e aprofundar conceitos sobre os “caminhos” religiosos dos outros. Tal experiência formativa já foi realizada duas vezes, pelos professores Artur Peregrino, Luiz Moura, Vanderlei Lain e Gilbraz Aragão, junto com alguns dos seus estudantes de teologia e ciências da religião.
.Pretendemos refazer essa caminhada, quem sabe agora com você também, no próximo dia 7 de novembro de 2009. O evento iniciará às 7hs e terminará às 17h. O início será com um café da manhã na UNICAP. Sob coordenação do professor Arthur Peregrino, foi feito um levantamento dos lugares que receberão a visita da turma, a saber: Centro Islâmico do Recife; Centro Cultural Judaico de Pernambuco; Palácio de Iemanjá – Terreiro de Pai Edu – Xangô; Igreja Católica da Sé – 100 anos de Dom Hélder; Templo Budista de Olinda. Será uma aula vivencial, fazendo o caminho das religiões em Recife e Olinda, procurando identificar as particularidades de cada tradição religiosa e também perceber as semelhanças entre os grupos e os seus rituais e testemunhos. Para aderir à caminhada, basta procurar um dos professores e fazer a inscrição, com investimento de R$ 10,00.

Alguns testemunhos de alunos/as que já participaram dessa experiência:“A aula de campo, que foi a Peripatéia, foi de grande importância para desenvolver o pensamento crítico sobre as diversas religiões existentes no espaço de nossa cidade. O ponto mais positivo desta atividade se deu no fato que além de aprendermos mais sobre os fenômenos religiosos existentes, tivemos a oportunidade de tê-lo feito de maneira direta em um 'contato físico' enriquecedor”.
“A Peripatéia foi extremamente válida, pois propiciou conhecer profundamente religiões como o budismo, candomblé, Islamismo e judaísmo, o que contribuiu para superação de preconceitos, a formação de opinião melhor fundamentada e enriquecimento cultural; como também possibilitou uma integração maior e melhor da turma, fugindo do espaço convencional, sala de aula, para um dia inteiro compartilhando ao ar livre, exercitando uma relação coletiva de fato vivenciada desde do café da manhã, passando pela partilha de opiniões durante a caminhada, culminando com o encontro para o almoço (a partilha) na praça. Foi tudo muito válido”.
“Ao ar livre presenciamos diversas manifestações religiosas. A sensação de curiosidade mesclada com os temores... O templo budista e o cheiro de paz. A Igreja da Sé e o valor histórico. O palácio de Iemanjá e a cultura (nossa) presente nos detalhes. Enfim tivemos a oportunidade de conhecer, talvez, uma futura religião que fará parte de nossas vidas. Contemplar a paisagem, discutir em praça pública, caminhar em grupo. Foram sentidos antes nunca explorados. Também foi possível observar o grupo, ou as idéias que rodeavam as pessoas (os colegas de sala) e perceber o que cada um pensa sobre o desconhecido”.
.
Veja aqui um álbum de fotos da caminhada!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!