15 de out de 2013

BOAS FESTAS NO ISLAMISMO

Assalamu Alaykum.

Querido(a) irmão(ã),

O Amigo de Deus, Pai da Fé, nosso profeta Abraão (AS), fez sacrifícios. Renegou às tentações do Ardiloso, e manteve a sua mente forte e centrada. Foi, então, reconhecido por Allah (SWT), pelos que o conheceram de perto, e pelos que se mantiveram apegados aos seus ensinamentos. Fica o seu exemplo na eternidade.

No nosso cotidiano, num mundo materialista e capitalista, onde impera, inúmeras vezes, o apego às coisas e o desprezo aos nossos semelhantes e ao nosso espírito, fazemos sacrifícios frequentes, objetivando nos firmar dignos, tentando enfrentar sem medo a velocidade das mudanças e a inconstância das relações e das dinâmicas que se constroem ao nosso redor.

O Profeta Abraão (AS) fez vários sacrifícios. Ignorou o mal, mais de uma vez, afastou-se da família e do seu filho primogênito, seguiu a Allah (SWT) de forma incondicional, encontrando o seu lugar na história límpida e gloriosa dos que se mantêm puros na escolha sagrada monoteísta.

Para nós, lembremos, não há apenas um dia de sacrifício, mas uma ocasião de reflexão e reconstrução do nosso sentimento de Fé, dos nossos compromissos firmados perante a comunidade... que (cada vez mais) necessita de nosso exemplo sempre perspicaz e alicerçado sob índole intocável e amor pleno.

O mundo precisa d´um pouco de sacrifício, mas também necessita que as pessoas se abracem e reaprendam a se amar, pois o nosso amor sincero nos conduzirá ao amor sincero por Allah (SWT).

Uma Feliz Festa do Sacrifício, e que O Altíssimo escute as nossas preces e perdoe as nossas faltas.

E Deus sabe sempre mais.

Sinceramente,
Professor Eduardo Santana
Membro da comunidade muçulmana do Recife
Aluno do Instituto Latino-americano de Estudos Islâmicos


“Ó Senhor nosso, Tu consagrarás os humanos para um dia indubitável. E Deus não faltará com a promessa” (Alcorão, 2:196).

Mais no blog:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!