12 de abr de 2013

JUDAÍSMO PARA TODOS



O escritor e rabino Nilton Bonder já esteve no Recife (veja aqui) e está "voltando" agora através da encenação de uma de suas obras, A alma imoral. Baseando-se nos textos da bíblia hebraica e em parábolas do judaísmo, interpretadas com a ajuda de informações históricas e científicas, o argumento é de que o corpo busca a conservação da vida e a alma é que deseja transgressão e mais prazer, para além das contraposições entre certo e errado, sagrado e profano. A discussão interessa mesmo a quem não é judeu: afinal, o que uma religião descobre é por causa das outras - e para todas as outras!

Clarice Niskier é a atriz carioca que adaptou o livro para o monólogo (dirigido por ela, sob supervisão de Amir Haddad), com o qual viaja pelo país há sete anos e no qual está sempre quase nua. A peça será encenada no Teatro da Caixa Cultural, no Bairro do Recife: hoje, às 20h e amanhã, sábado, às 17h e às 19h30. Após esta última performance, a intérprete permanece em cena para um bate-papo com a plateia sobre os temas abordados na encenação de A alma imoral, que se debruça sobre a tolerância, a honestidade, a culpa e o poder.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!