30 de abr de 2013

IGREJAS ORIENTAIS E ORTODOXAS



A presença de Igrejas cristãs de tradição oriental é significativa no Brasil, principalmente na região Sul, Sudeste e Centro-Oeste. São Igrejas que acompanharam as imigrações da Europa e do Oriente Médio no final do século XIX e início do século XX. Como elas vieram para prestar serviços pastorais a grupos étnicos específicos, por muito tempo permaneceram desconhecidas e, em muitos casos, vistas com certa desconfiança pelo catolicismo brasileiro. O Concílio Vaticano II, por meio das discussões em torno do ecumenismo e do diálogo com o mundo ortodoxo, despertou interesse do Ocidente católico para conhecer melhor as raízes do cristianismo e das tradições conservadas pelas Igrejas do Oriente. Isso repercutiu também no Brasil. De um lado, embora ainda a passos lentos, na fase pós-conciliar, as academias de teologia começaram a mostrar maior interesse pela teologia oriental como também conhecer melhor a realidade das Igrejas Orientais presentes em nosso país. De outro, os fieis membros dessas Igrejas encontraram motivação e segurança para dialogar entre si e com a realidade cristã brasileira.

No entanto, os tempos atuais vêm mostrando que o interesse pelo estudo das tradições e da teologia oriental está crescendo, mas a relação entre as Igrejas, católicas e ortodoxas, no sentido de conhecer-se melhor, dialogar e criar instrumentos para partilhar suas riquezas eclesiológicas, teológicas e litúrgicas com a teologia brasileira parece estar estagnada. Portanto, há necessidade de criar um circuito de relações entre elas e um ambiente para debates, estudos e divulgação de seu patrimônio teológico. Por essa razão, o I Simpósio de Teologia Oriental promovido pela FASBAM e pela Eparquia greco-católica-ucraniana tem como tema: (Re)Descobrindo as Igrejas Orientais, ortodoxas e católicas no Brasil.

Dia 27 de agosto 8:00h – Credenciamento
9:00h – Cerimônia de abertura
9:30h–10:30h – Conferência
Tema: A Teologia Oriental entre a Tradição e a Pós-modernidade
Conferencista: Prof. Dr. Pe. Massimo Pampaloni, SJ (PIO – Roma)
10:30h–10:45h – Intervalo
10:45h – 12:00h – Debate, intervenções do plenário
12:00h–14:00h – Intervalo para almoço.
14:00h–17:00h – GTs
18:45h – Recital de música litúrgica grega e árabe
19:00h–21:00h – Conferência
Tema: Como entender ortodoxia, catolicismo, unidade, divisão e ruptura: uma visão teológica do conceito “cisma” no cristianismo e na(s) Igreja(s)
Conferencista: Prof. Me. Pe. Paulo Augusto Tamanini (UFSC - Florianópolis)

Dia 28 de agosto
8:30h – Início das atividades e oração
9:00h–10:30h – Mesa redonda
Tema: A presença das Igrejas Orientais no Brasil: autocompreensão, perspectivas e desafios
Participantes:
Dom Volodemer Koubetch – Igreja greco-católica-ucraniana (rito bizantino)
Prof. Me. Mons. Theodoro A. C. de Oliveira – Igreja greco-melquita católica (rito bizantino)
Prof. Dr. Mons. Urbano Zilles – Igreja maronita católica (rito antioquino)
Me. Pe. Paulo Augusto Tamanini – Igreja ortodoxa grega (rito bizantino)
10:30h–10:45h – Intervalo
10:45h – 12:00h – Debate, intervenções do plenário
12:00h–14:00h – Intervalo para almoço
14:00h–18:00h – City tour/visitas às igrejas orientais, ortodoxas e católicas em Curitiba
18:45h – Recital de música litúrgica ucraniana
19:00h–21:00h – Conferência
Tema: Espírito Santo, Igreja e ecumenismo na teologia de Pavel Evdokimov.
21:00h – Encerramento

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!