26 de mar de 2013

PAIXÕES NORDESTINAS




O Nordeste tem sempre muita religiosidade nos espetáculos e a encenação da Paixão de Cristo é uma tradição teatral muito forte da Semana Santa, sobretudo em Pernambuco, com espetáculos profissionais e amadores sendo realizados em vários municípios do estado. A famosa montagem em Nova Jerusalém, criada pela família Pacheco, por exemplo, já tem mais de 60 anos de história. Gravatá, Arcoverde e Garanhuns são cidades que também realizam as suas tradicionais Paixões em praças públicas.

E grupos mais populares promovem encenações em Taquaritinga, Limoeiro, Tracunhaém, Vitória, Pesqueira, Moreno, Ipojuca, Cabo, Ponte dos Carvalhos, São Lourenço da Mata, Camaragibe, Abreu e Lima, Olinda e até no arquipélago de Fernando de Noronha. No Recife, o ator e diretor José Pimentel vai realizar a 17ª edição de uma Paixão que, em 2012, reuniu 80 mil espectadores no Marco Zero, enquanto o Largo da Feira de Casa Amarela, na periferia, terá outra com 14 cenários este ano. Até que ponto essa profusão e exuberância de espetáculos revela a vitalidade da religiosidade popular? Em que medida tudo isso atende a uma espetacularização (e redução) da fé, patrocinada pelo mercado do turismo religioso?!

Saiba mais das Encenações da Paixão aqui no blog.
Veja datas e detalhes das Paixões de Pernambuco por aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!