25 de mar de 2013

LÚCIFER (TAMBÉM) ANDA POR MINAS

Alô minha gente!

Último dia 19 foi a aula inaugural da Pós-graduação em Ciências da Religião aqui na Universidade Federal de Juiz de Fora. Na tarde desse dia, o professor Emerson Sena, coordenador da Pós, fez a acolhida aos alunos ingressantes em 2013, fez também uma apresentação do Programa de Pós-graduação da casa. A comissão de bolsas teve um aparte para explicar todo processo e regulamento para a escolha dos bolsistas.

Mas a tarde foi também um momento para interagir com os colegas, trocar apertos de mãos, sentar, conversar e comer tapioca (estava acontecendo pertinho um festival de tapioca, promovido pelos alunos da graduação em psicologia).

Durante a noite, tivemos a palestra “As Malasartes e Lúcifer na Literatura”, ministrada pela professora Salma Ferraz, da Universidade Federal de Santa Catarina. Sempre bom falar no diabo! E a professora Salma fez isso com muita propriedade, fazendo-nos navegar por várias obras da literatura. Após a palestra, houve uma sessão de lançamentos de livros: foi a oportunidade para eu divulgar o Mosaico Religioso, do nosso programa da UNICAP, em terra mineira.

Terrinha boa Juiz de Fora!!! Ô povo bom esse povo mineiro, sô!!! Os professores são muito gentis e competentes! O campus da universidade é lindo, todo dia pela manhã faço caminhada em volta do lago que tem bem no centro do Campus. Como minha pesquisa é sobre Cosme e Damião, fiz o caruru de cosminho para o pessoal experimentar e saber que religião também vai à mesa.

Que a vida seja sempre bem temperada que nem caruru, e que a gente sempre possa sentar com os amigos para comer tapioca com um cafezinho forte! A propósito, saiu um novo artigo meu sobre o Cosme e Damião e quero compartilhar a satisfação com vocês: vejam aqui e comentem.

Abraços saudosos,

Prof. Júlio César T. Dias,
Mestre em Ciências da Religião pela UNICAP, doutorando na UFJF, relata aqui a primeira aula do semestre de lá que, pra variar, também começou falando do diabo e de comida de santo, há, há!
Mais no blog:

Um comentário:

  1. professor, eu não sabia que era tradição dos estudiosos das religiões começarem os seus cursos falando do diabo e coisas que o valham... kkkkkkk!!!
    Manu

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua participação!