25 de ago de 2012

TURISMO NOS TERREIROS

Comitê Estadual de Promoção da Igualdade Étnicorracial (CEPIR), em parceria com as instituições de ensino UNICAP (Universidade Católica de Pernambuco) e a FUNESO (Fundação do Ensino Superior de Olinda), fortalecidos pela EMPETUR e SEDSDH, ofereceu neste sábado (25), um roteiro de Turismo Étnico nas Comunidades Tradicionais de Terreiros.

A concentração foi às 8h30, na Praça do Carmo, em Olinda, terminando com almoço afro-brasileiro na Casa de Mãe Elza de Iemanjá. A Casa de Mãe Elza, em Salgadinho – Olinda, já é catalogada como ponto turístico étnico pela EMPETUR.

A atividade cultural e religiosa, bem como de aplicabilidade da lei 10.639 (que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da Rede de Ensino a obrigatoriedade da temática "História e Cultura Afro-Brasileira"), deve acontecer também em outros finais de semana e as inscrições devem ser realizados no CEPIR.

A intenção dos pesquisadores e alunos dos cursos de extensão em Teologia Africana e Afro-brasileira, coordenados pelos Núcleos Afro-brasileiros e Africanos da FUNESO e da UNICAP, que guiam a atividade, é viabilizar o contato com a cultura negra do Estado, nas Casas de Matrizes Religiosas Ketu, Jeje, Xambá, Moçambique, Angola, e de Umbanda e Jurema de Pernambuco.

Mais informações:
CEPIR / Casa CRER 
AV. Sigismundo Gonçalves, 654, 
Carmo – Olinda (PE) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!