4 de jul de 2012

MISSÃO DE ESTUDO COM OS LUTERANOS

Após uma permanência de um mês na cidade de São Leopoldo-RS, nas dependências da Escola Superior de Teologia (Faculdades EST), dos Luteranos, retornei para o Nordeste neste domingo, dia 01 de julho. Fui à cidade de São Leopoldo em missão de estudo pelo Programa de Cooperação Acadêmica – PROCAD com o intuito de realizar pesquisas para minha dissertação do mestrado em Ciências da Religião na Universidade Católica de Pernambuco. O assunto da minha dissertação é “Néfesh e basar: a relação corpo-alma na Bíblia Hebraica e suas implicações para cultura somática hodierna”.

Cheguei a Porto Alegre-RS, Aeroporto Salgado Filho, por volta das 13h da sexta-feira, dia 01 de junho, e segui de metrô até a EST, em São Leopoldo. Lá, fui recepcionado pelo Prof. Wilhelm Wachholz (coordenador do Programa de Pós-graduação em Teologia da EST), que me conduziu à Biblioteca da instituição, apresentando-me aos funcionários, dando-lhes ciência de que eu faria uso do acervo para pesquisa, e providenciando a efetuação do meu cadastro na Biblioteca para que eu pudesse tomar livros emprestados. A Biblioteca possui um vasto acervo de aproximadamente 84.000 volumes de livros em vários idiomas e 1.100 títulos de periódicos, dos quais 380 são correntes. 
 
Durante a minha permanência na EST, fui acompanhado pelo Prof. Flávio Schmitt, com quem pude compartilhar boas ideias sobre a minha pesquisa. 

Na primeira semana após a minha chegada (de 4 a 8 de junho), ocorreram as provas de seleção para o mestrado e o doutorado na EST, o que me deu a oportunidade de conhecer alguns dos participantes dessa seleção, dentre eles alguns nordestinos da Paraíba e da Bahia – mundo pequeno! 

Os primeiros 15 dias foram os mais frios do ano no Rio Grande do Sul até agora, por isso aproveitei para experimentar o famoso chimarrão, tomar quentão e degustar um bom vinho, pois também sou filho de Deus. Dentre as fotos que estou enviando, há uma ao lado do busto em homenagem ao Reformador Martinho Lutero. E a prova do crime: eu bebendo vinho tinto numa das cafeterias de São Leopoldo. Em suma, a permanência na EST foi extremamente positiva, também por essa dimensão cultural.

Abraços pros colegas do Mestrado.
Pastor da Igreja Presbiteriana e Mestrando em Ciências da Religião na UNICAP.

Veja outras viagens de estudo
dos nossos mestrandos:

6 comentários:

  1. Alexandre feliz por vc, e agradecido a Deus e ao colegiado do nosso mestrado que tem possibilitado essa experiência singular. Abçs

    ResponderExcluir
  2. De: Wellcherline
    Para: CRUNICAP

    É uma satisfação para mim, saber notícias dos nossos colegas "garimpando" especiarias extra-territoriais. Em breve estarei novamente na terra do Chimarrão, para também entrar nessa atividade.

    ResponderExcluir
  3. Caros colegas,
    Zé Roberto: a experiência foi de fato gratificante.
    e Well: que você possa também "garimpar" valiosas especiarias.

    Abraços,

    Alexandre

    ResponderExcluir
  4. Oxente, esse curso é no recife ou aonde: o povo parece que vive viajando. Depois, é pra estudar qual religião mesmo, porque parece que aí tem de tudo, tudo misturado. Onde fica a salvação? Aceitam a sagrada escritura como norma de fé e prática?! Grata pelo retorno. Maria dos Prazeres.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara amiga,
      apreciamos o seu interesse pela questão religiosa e compreendemos que toda Igreja e Tradição Religiosa crie estudos teológicos para "oferecer as razões da sua fé", a partir da Revelação dos seus Textos Sagrados.
      Porém, o nosso curso é uma pós-graduação acadêmica (baseia-se no debate em torno da razão e não a partir simplesmente da autoridade da tradição) e quer analisar as experiências religiosas da história humana (e não apenas da Igreja da gente).
      Seja bem vinda à mesa das ciências da religião: nossos estudantes são estimulados, justamente, a circular pelos congressos de outras Universidades, de quaisquer religiões.
      Afinal, todos os templos apontam pro além: se ficarmos olhando somente as nossas torres, perderemos o céu estrelado e os campos verdejantes - onde nos reencontramos juntos, poeira de estrelas que somos!
      Abraço forte.

      Excluir
  5. Mulher, ei dos Prazeres: vá abrir essa cabeça, oxe! Tem mais mistérios entre o ceu e a terra do que você pensa, viu? Apareça nas atividades do mestrado, que voc~e vai ver o que é bom pra sua tosse!
    Fernanda.

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua participação!