10 de mai de 2012

ROCK ECUMÊNICO

A música foi o primeiro veículo de transcendência do homem. Daí sua presença tão fundamental nas várias religiões. Mesmo o rock, tido mais como expressão de espíritos conturbados, é um bom começo para abrir os corações para um poder além e destravar o diálogo humanizante, sobretudo numa terra que vive em guerra - apesar de gritar paz, shalom, salamaleico. Pois, judeus, cristãos e muçulmanos, de países como Líbano, Síria, Turquia e Irã, encontram-se irmanados pela elevação da música, conseguem estar juntos, cantar e dançar e conversar, nos shows e nas redes da internet, que congregam os fãs da Orphaned Land (Terra Órfã). Trata-se de uma banda israelense de folk metal, com fortes influências da música tradicional do Oriente Médio e uma boa dose de ironia filosófica. No último mês de abril, o pessoal tocou no festival Metal Open Air, em São Luiz do Maranhão, aqui no Brasil, onde também deixou muita gente impressionada e cativada, pois cita em suas letras trechos da Torá, do Novo Testamento e do Corão, numa “visão ecumênica de espiritualidade engajada”. Esse rock faz falta aos políticos e também a muitos religiosos, e não apenas no Oriente Médio... Você não acha?!

...



Mais no blog:
Ainda não encontrei
Coexistência
Viver com fé

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!