27 de mar de 2012

RODA DE DIÁLOGO SOBRE ENSINO RELIGIOSO

O Ensino Religioso é a área do conhecimento que busca desenvolver a dimensão religiosa do ser humano na sua formação integral. Desenvolve um processo de ensino-aprendizagem no qual o ser humano está voltado para o outro, visando, com o estudo histórico e hermenêutico das tradições religiosas e espirituais, ajudar as pessoas a desenvolverem uma vivência e uma filosofia de vida fundamentada na ética da alteridade. Como processo educacional, o Ensino Religioso requer uma forma integrada de ação dentro do ambiente escolar, implicando em uma proposta interdisciplinar de ensino e uma clara relação entre religiosidade, fé e vida.
...

Diante disso, nos perguntamos: por que o Ensino Religioso é facultativo ao aluno da escola pública? Qual a história e perspectivas dessa disciplina? O governo Lula fez um acordo com a Igreja Católica: o que isso significa? O que está acontecendo com o Ensino Religioso no Brasil? Sobre essas questões o Mestrado em Ciências da Religião da UNICAP está organizando uma RODA DE DIÁLOGO, onde serão discutidos os rumos do Ensino Religioso escolar no Brasil. Para facilitar a conversa, o prof. Dr. Remí Klein, da Escola Superior de Teologia dos Luteranos em São Leopoldo-RS, e um dos fundadores do FONAPER, estará conosco:

 dia 2 de abril, às 17h30, 
na sala 305 do 3º andar do bloco G4 da UNICAP.
 Você é nosso convidado!

Prof. Drance Elias, articulador.
...
Saiba mais sobre Ensino Religioso aqui no blog.

3 comentários:

  1. Meu nome é George, goataria de saber se nesse encontro vai oferecer algum certificado de presença.

    ResponderExcluir
  2. Vai oferecer não, amigo! Mas vai oferecer muita conversa boa e, sobretudo, muuita proposta de compromisso, pra quem tá a fim da causa...

    ResponderExcluir
  3. olhe, essas questões são muito importantes, pra nós, professoras de ensino religioso. a unicap deveria fazer mais encontros de formação pra gente, nessa perspectiva assim aberta, das ciências da religião. eu vou nessa conversa e vou dar essa proposta: espero que outros também se manifestem!
    Adalgiza Maria.

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua participação!