17 de jan de 2012

UNIVERSIDADE PÉS DESCALÇOS




Já apresentamos aqui no blog as palestras da Fundação TED (Tecnologia, Entretenimento, Design), uma entidade privada sem fins lucrativos dos Estados Unidos, destinada à disseminação de ideias - em cujo site encontra-se cerca de uma centena de conferências sobre espiritualidades. Mas nesses dias, por sugestão do amigo filósofo Marcelo Pelizzoli, vimos essa apresentação acima, do movimento de educação Pés Descalços, surgido na Índia e espalhado pelo mundo, que fez pensar na educação pela ação do nosso Paulo Freire, nos seminários da Teologia da Enxada do nosso Padre Comblin. E com essa palestra queremos abrir o semestre e retomar o blog, depois das férias, refletindo sobre o saber que buscamos aqui no Mestrado: Ciências da Religião pra quê? E como construir esse conhecimento?!

Em Rajasthan, na Índia, Bunker Roy, o fundador do Barefoot College, a "Universidade Pés Descalços", ensina mulheres e homens do meio rural, muitos deles analfabetos, a tornarem-se Engenheiros Solares, Artesãos, Dentistas e Médicos nas suas próprias aldeias. Uma história e um exemplo incrível e maravilhoso, de um homem rico e da mais alta elite na Índia, que contrariando seus pais e a sociedade, escolheu trabalhar com os ''pobres'', os excluídos, e educá-los na ''universidade da vida'', ajudando-os a tornarem-se comunidades auto-suficientes! Religiosos de diversas tradições colaboram na empreitada, que a todos nos interpela e questiona: que Universidade queremos ajudar a construir?!

Veja mais no blog:

Um comentário:

  1. Agora sim! Realmente começei 2012. A partir da verdade de cada lugar, encontramos maneiras de relacionar o conhecimento das escolas com o conhecimento das pessoas. Conhecimento que existe previamente antes da academia e que é ciência. Por isso que estudo Ciências da religião, pois o campo espiritual do humano é considerado no conjunto formador do ser.
    Valeu cumpade Gil. Nesse filme, fui lá no sítio de Vovó Alaíde em Carpina, onde nasci e vivi boa parte da infância, e me descobri novamente.
    Beijos

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua participação!