31 de dez de 2011

PLURALISMO RELIGIOSO




Neste vídeo (pra quem compreende espanhol), José Vigil, no Congresso da SOTER, provoca a gente com uma reflexão sobre a Teologia do Pluralismo Religioso... Arrisco prever que esse é o tema mais quente em nossa área de pesquisa pro ano de  2012 (se o mundo não acabar, evidentemente!). Sobretudo quando se interpreta esse momento de consciência do pluralismo como sendo axial para a humanidade, que vislumbraria então o surgimento de uma espiritualidade transreligiosa - em tensão com as religiões tradicionais/tribais e as grandes religiões nascidas com a revolução agrícola. Entre nós, as religiões estão se transformando e se entrecruzando? Estamos entrando em uma nova era na vivência e compreensão da religiosidade? Há algo de pós-religioso (ou para além das formas históricas das religiões) também na América Latina, ou que merecesse uma reflexão “pós-religional” da parte dos teólogos e dos estudos da religião?

Não se trata somente do fenômeno crescente dos “sem-religião”: 6,7% no Brasil, segundo o recente Mapa das Religiões da Fundação Getúlio Vargas, sendo que esse índice sobe para 17,4% entre as pessoas com mestrado e doutorado. Acredito que a temática pós-religional e pluralista toca muito mais amplamente numa nova sensibilidade cultural, que faz tempo está presente também em terras afrolatíndias. Todo ano, por ocasião da festa do padroeiro da minha cidade natal, por exemplo, um grupo de meia centena de conterrâneos caminha da capital do Estado até lá: o caminhante deve levar apenas uma mochila com roupas, água, um cajado, uma bandeirola branca e muita fé para enfrentar 170 quilômetros, em seis dias de caminhada... Todos buscam espiritualidade, superação de si e transcendência nesse Caminho de Santo Amaro, mas a maioria do pessoal não vai por conta da crença no santo! E você, o que pensa: pra onde está indo a religião?!

Feliz Ano Novo pra todo mundo!
Após quinze dias de férias a gente se revê aqui, com muitas novidades!
Abraço forte,
Gilbraz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!