19 de dez de 2011

NATAL 2011

   Silvério Pessoa canta "Noite Feliz"
...
Natal é tempo de reencontrar a humanidade do Deus cristão, tempo de lembrar da Criança Eterna que, em nós, a cada Noite Escura, quer nascer; tempo pra quebrar a seriedade diabólica dos velhos deuses do cotidiano da gente. Pois Jesus é a nossa juventude, a esperança de um mundo mais jovial, de pessoas mais capazes de brincar, sorrir e Dançar a Vida. Fica sempre o convite, em cada Natal, para refazermos as nossas imagens divinas, conforme o modelo do Menino de Nazaré, dançando apolíneo pelas festas da sua terra...

Destruir imagens – e refazê-las – é a tarefa da teologia. E quando isso não se faz de verdade, como “a guerra é a teologia continuada por outros meios”, resta ao mundo a figura triste de um Cristo sisudo e justificador, de um deus que abençoa os canhões da ganância e da dominação. Que este Natal nos traga liturgias mais dançantes e brincalhonas, mais brinquedos e menos armas. Desejamos Boas Festas aos leitores e colaboradores do nosso blog, bem como a todos os amigos do Mestrado em Ciências da Religião: sejam todos bem-vindos à celebração natalina da UNICAP, na próxima quarta (21) às 17h, na biblioteca!

E aproveitem também as festas natalinas do Recife. A cidade este ano está celebrando o “Natal no Coração”, em homenagem ao cantor e compositor pernambucano Nando Cordel e sua atuação em defesa da paz e da solidariedade através da música e envolvimento com projetos sociais. Seguindo as diretrizes de valorização das manifestações populares e dos artistas locais da política cultural do Recife, a programação destaca as tradições dos pastoris profanos e religiosos, bois e reisados. Corais, orquestras e cirandas também integram a programação, que está distribuída em três polos: Pátio de São Pedro, Praça do Arsenal e no Sítio Trindade (confira aqui a programação completa).

No dia 20 de dezembro, 23 pastoris religiosos se encontram e realizam um cortejo natalino. A concentração acontece na Praça Maciel Pinheiro, na Boa Vista, a partir das 17h, de onde os pastoris saem em direção ao Pátio de São Pedro. O Ciclo Natalino se encerra no dia 6 de janeiro, com a tradicional Queima da Lapinha, que ocorre simultaneamente no Sítio Trindade e no Pátio de São Pedro. A celebração reunirá diversos pastoris: em Casa Amarela, a concentração acontece na Igreja da Harmonia, às 18h, e segue para o Sítio Trindade. No Centro do Recife, a concentração de pastoris acontece às 18h, no Pátio do Carmo. Na chegada ao Pátio de São Pedro, a festa profana é animada pelo Bloco Lírico Cordas e Retalhos, Bandinha Natalina do Maestro Mendes e Orquestra de Frevo Veneno.

E a partir de sexta-feira (23) até o domingo (25), sempre às 20h, o Marco Zero, no Bairro do Recife, receberá o “Baile do Menino Deus – uma brincadeira de Natal”, cantata ao ar livre inspirada nas tradições locais, que deve atrair mais de 60 mil espectadores para acompanhar a história de Mateus, que anda seguido por uma trupe de crianças. Eles procuram uma casa onde nasceu um menino. Encontram a residência, porém a porta está fechada. Depois de mil peripécias, que incluem a participação de personagens como a burrinha Zabilin, a ciganinha, o anjo bom, o sol, a lua, a estrela e o monstro Jaraguá, os donos da casa aparecem: José e Maria. Mateus, então, pede licença para realizar um grande baile em louvor ao nascimento do Menino Jesus. Entre os solistas do espetáculo está Silvério Pessoa, estudante do nosso Mestrado (veja aqui a entrevista que ele deu sobre o Baile pro nosso Mestre Luca). Silvério também nos presenteou cantando "Noite Feliz" aqui no blog: ouviram?!
...
...



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!