27 de out de 2010

EVOLUÇÃO DO DOGMA

Imagem Wikimedia
Defesa da Dissertação de Mestrado em Ciências da Religião na UNICAP
de Francisco Sales de Morais

sobre A evolução do dogma trinitário na Igreja Antiga (séc. I -V)

A pesquisa investigou a evolução do dogma trinitário na Igreja Antiga: a compreensão que os primeiros Padres tiveram da Trindade, enquanto tentativa de dar respostas às heresias que se insurgiram a partir do evento Jesus Cristo, sobretudo no que diz respeito à sua divindade - como também à divindade do Espírito Santo. Trata-se de posições tomadas pela Igreja em dois momentos significativos da produção cultural do significado da Trindade, mas com a mesma finalidade. Sucede-se depois dos Concílios de Nicéia e Constantinopla o esforço de alguns Padres, sobretudo de Santo Agostinho, na sistematização do dogma trinitário. Partimos do princípio de que são as heresias internas na Igreja que vão provocando a sistematização e aprofundamento dos dogmas, os quais buscamos esclarecer com ajuda da crítica histórica. Assim, a presente dissertação busca a compreensão da análise agostiniana de Trindade e o respaldo que essa encontra nos principais Padres da Igreja.
Palavras-chave: Trindade Imanente, Trindade Econômica, Trindade e história, Trindade e sociedade.

Dia 28 de outubro de 2010, às 9h
na sala 307 do bloco G4

Banca:
Sérgio Douets Vasconcelos (Orientador)
Gilbraz de Souza Aragão
Marcos Roberto N. Costa (UFPE)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!