12 de ago de 2010

A FÉ E O MEDO

Reconhecendo e afirmando o museu como um espaço de formação, colaboração e difusão de saberes, o Museu de Arte Popular prestará, no quinto encontro da série Diálogos, uma homenagem antecipada ao Dia Mundial do Folclore, que ocorrerá no dia 22 de Agosto, debatendo os mitos, as lendas e as assombrações do Recife e do Nordeste, assim como a relação direta entre a fé e o medo. A mesa analisará os fenômenos que aterrorizaram e assombram o Recife, abordando a maneira pela qual a população traduz e se apropria das informações veiculadas pela mídia, convertendo-as em símbolos, personagens, teatralidades ritualísticass que permeiam o imaginário popular.

No dia 18 de Agosto, então, teremos: Caminhos do Santo / Diálogos V… Assombrados. O debate contará com a presença da pesquisadora Rúbia Lóssio, coordenadora do Núcleo de Estudos Folclóricos Mário Souto Maior, da Fundação Joaquim Nabuco, e membro da Comissão Pernambucana de Folclore, com diversos artigos publicados na área de Folkcomunicação, religiosidade popular e assombrações; além do jornalista e pesquisador Roberto Beltrão, autor dos livros Histórias Medonhas d’O Recife Assombrado e Estranhos Mistérios d’O Recife Assombrado, além de ser responsável pelo famoso Assomblog.

O que: Caminhos do Santo / Diálogos V… Assombrados.
Quando: 18 de Agosto de 2010, quarta-feira, às 19 horas.
Onde: Auditório da Livraria Cultura, Bairro do Recife Antigo.
Quanto: Grátis.
Informações: 3355-3110 / 3355-4720

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!