30 de mar de 2010

PÁSCOA, TEMPO DE ALEGRIA!


Uma programação diversificada para os católicos que decidirem passar a Semana Santa no Recife: missas, encenações, vigílias e procissões. O visitante poderá aproveitar para conhecer a beleza e a história das diversas igrejas e basílicas espalhadas pela cidade, pois todas elas permanecerão abertas à visitação. Quem não quiser assistir a Paixão de Cristo no teatro ao ar livre de Nova Jerusalém pode vê-la também no Marco Zero do Recife: serão nove palcos que devem ceder espaço a 400 atores e figurantes. O espetáculo tem início no próximo dia 31 de março e segue até o dia 04 de abril, sempre às 20h. A entrada é gratuita.

Os eventos religiosos na cidade tiveram início no domingo, dia 28, com a Procissão de Ramos em todas as comunidades, marcando o fim da Quaresma. A missa do Lava Pés, que relembra o momento em que Jesus lavou os pés dos apóstolos na Última Ceia, será realizada na quinta-feira (01). De acordo com Arquidiocese de Olinda e Recife, todas as paróquias dos municípios celebram, simultaneamente, às 15h, a Paixão do Senhor Jesus, na Sexta-feira da Paixão (02). No Sábado de Aleluia (03), a Vigília da Páscoa dá continuidade à programação, a partir das 18h. No domingo (04), a Missa da Ressurreição culmina as celebrações, em diversos horários e lugares.

Dom Antônio Fernando Saburido, Arcebispo católico de Olinda e Recife, emitiu a seguinte mensagem de Páscoa: “Por que procurais entre os mortos Aquele que está vivo? Ele não está aqui ressuscitou! Lembrai-vos de como vos falou, quando ainda estava na Galileia: ‘É preciso que o Filho do Homem seja entregue às mãos dos pecadores, seja crucificado, e ressuscite ao terceiro dia’" (Lc 24,5b-7).

Nas palavras dos “dois homens com vestes fulgurantes” a Maria Madalena, Joana e Maria mãe de Tiago, que foram ao túmulo de Jesus, levando aromas e perfumes, encontra-se resumida a mensagem do grande mistério que a Igreja celebra durante o Tríduo Pascal e que culmina com a proclamação da Páscoa na celebração da Vigília: “Eu vos anuncio uma grande alegria, o Cristo Ressuscitou, Aleluia”! As mulheres acreditaram e foram, imediatamente, dar a notícia aos apóstolos e estes, por sua vez, aos que iam encontrando. Nisto, consiste a missão da Igreja, em todos os tempos: proclamar o kerígma, a boa notícia da salvação.

É a Páscoa de Jesus! Com Ele, somos chamados a fazer a experiência da vitória sobre a morte. No batismo, mergulhamos com Cristo na morte e, com Ele, ressurgimos para uma vida nova. A água batismal, presente na liturgia da vigília pascal, é o sinal do sacramento que deixa em nosso ser uma marca indelével e nos torna, definitivamente, seguidores de Jesus. Como podemos alimentar sentimentos de tristeza e temor, quando sabemos que fomos resgatados pelo amoroso sacrifício de Jesus Cristo? É o Espírito de Deus em nós que nos possibilita compreender e praticar a transformação operada em nossa vida, fazendo, de cada um de nós, privilegiado discípulo do Mestre e Senhor...

Continue lendo a mensagem aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!