6 de jan de 2010

ANIVERSÁRIO DO BLOG



A comunicação com os outros – e com o Outro – me seduz desde sempre. Quando moleque, fui coroinha e tocava sino, escrevia e mimeografava o jornalzinho dos escoteiros. Passando pelo seminário, coordenei a edição, em offset, do Jornal Mandacaru – “serviço da tendência democrática e libertadora nas Igrejas Cristãs do Nordeste” (um pouco pretensioso!). Então descobri a internet e ampliei os horizontes: mantive por três anos uma comunidade virtual e ecumênica de estudantes de teologia nos Grupos do Portal MSN, chamada Oratório Virtual. Depois, criei umas salas no Portal Universia para suporte virtual às minhas aulas e grupo de estudos na Universidade Católica de Pernambuco. Aí aprendi com os estudantes a entrar em rede no Orkut e comecei a ensaiar um espaço, A-notações Digestivas, para compartilhar ideias.

Mais institucionalmente, aqui na UNICAP, fiz em 1999 para o Pe. Jaime e a Teologia o primeiro site de Departamento da Universidade, cuja última atualização ainda pode ser vista por aqui. Depois disso, peguei gosto pela Grande Rede de Computadores, projetei um curso de teologia à distância, idealizei o site Observatório Transdisciplinar das Religiões do Recife e acabei criando, juntamente com o Prof. Jessé, as primeiras disciplinas semipresenciais através do Teleduc na Católica, em 2008. Nesse mesmo ano, pela mobilização e treinamento dos professores, conseguimos que o Curso de Teologia na Universidade se tornasse o primeiro a oferecer 20% do currículo pela internet, o que dinamizou os estudos de todo mundo, mas, sobretudo, beneficiou padres e pastores(as) que podem agora fazer atualização e cursos à distância.

Então veio este bloco de notícias oficioso do Mestrado em Ciências da Religião da UNICAP (primeiro blog relacionado à Universidade), que vai completar um ano no final deste janeiro. Blog é um site de atualização rápida a partir de artigos, ou "posts", com linguagem informal e interativa e organizados de forma cronológica inversa. Este, apareceu como tentativa amadora de dinamizar as comunicações do nosso Programa de Pós-graduação, cuja coordenação acabara de assumir. A ideia era compartilhar a vida das pessoas envolvidas, noticiar publicações importantes do nosso pessoal ou para os nossos corpos discente e docente, divulgar palestras e congressos na área e a programação dos nossos cursos e atividades. Principalmente, provocar pesquisas e socializar as dissertações do Mestrado. Com a ajuda e a crítica dos colegas professores do nosso colegiado, com o estímulo de muitos antigos e novos estudantes, vamos chegando então ao primeiro janeiro, cheios de alegria e novidades.

Estamos ajustando uma imagem como logotipo do espaço e, nas seções permanentes (à esquerda do blog), melhoramos o fórum de debates e começamos uma quarta enquete; compartilhamos agora músicas (que podem ser apreciadas durante a leitura), e acrescentamos livros e vídeos de referência aos links para os endereços significativos da nossa área de estudos. Estamos melhorando também as citações de jornais e enciclopédias de interesse. E na coluna da direita, aonde vão aparecendo as notícias mais novas, que depois podem ser consultadas por assunto no primeiro menu, estamos abrindo todas as postagens para comentários e debates interativos pelos leitores (basta clicar no título, que a notícia reaparece com a opção de comentário).

Aos poucos vai amadurecendo uma experiência que, segundo o Google Analytics, recebeu mais de 9.600 visitas neste primeiro ano, sendo que cada visitante passa um tempo médio de 6 minutos no blog. 33% do nosso tráfego é direto, o que significa que temos um bom percentual de visitantes cativos – e o restante vem através de motores de pesquisa (7%) e de links de outros sites (60% - dos quais 21% passa pelo portal da UNICAP, onde fomos linkados pelo Pe. Kiko, nosso webmaster, a quem agradecemos, também pelo estímulo e orientações de sempre). Além dos visitantes brasileiros, temos um percentual grande de tráfego de Portugal e de outros países de língua portuguesa, mas também da América Latina e dos Estados Unidos (certamente o tradutor que instalamos no blog está ajudando).

Até agora, neste ano inaugural, geramos 310 postagens: em parte emprestadas do Boletim Unicap e de outras fontes noticiosas, mas em grande parte geradas autoralmente como notícias ou crônicas nossas, em alguns serões solitários pelas noites afora. Já li que escreve um blog quem é apaixonado pelo seu tema – e assevero que é assim mesmo! Também colaborou para a iniciativa ganhar esse porte todo a nossa paixão pela fotografia, pois as imagens para o blog ou vieram de sites abertos de divulgação ou do nosso banco particular. Com isso, inclusive, a iniciativa foi toda desenvolvida a custo zero. Mesmo a publicidade que realizamos, vinculando o blog – através de um bode e outros bichos – ao novo edital do Mestrado, foi através de malas de e-mails ou da iniciativa “Promova” do Orkut: tudo de graça, por meio de redes de amigos.

Tendo demonstrado, assim, a importância e a plausibilidade desse bloco de notícias virtual, resta agora pensar em formar uma equipe para colaborar mais de perto na sua manutenção, além de aprofundar algumas questões relacionadas aos direitos sociais sobre a cultura, que foram surgindo na escritura do blog. Respeitamos os Termos de Uso das nossas fontes – e deixamos de noticiar importantes eventos e publicações, porque não obtivemos permissão a tempo ou a contento para uso das suas informações. Mas, sobretudo devido às transformações que a internet vem provocando na compreensão de direito autoral, há um campo nebuloso sobre o uso das nossas imagens e textos que precisamos esclarecer (estudo a reserva de alguns direitos pela associação Creative Commons). Mas os desafios são proporcionais às realizações!

De forma que agradeço o apoio recebido dos leitores e os convido a colaborar ainda mais ativamente na produção e discussão das postagens deste blog: enviem sempre as notícias sobre os estudos religiosos interessantes em nossa região ou para o nosso Mestrado. Passarei uns dias na estrada, mas “bem cedo junto ao fogo” – como cantávamos nos acampamentos de priscos tempos – “voltaremos a nos ver” - nesta infovia onde se escreve o futuro da comunicação e da pedagogia! Aproveito para desejar a todos um ano novo de firmes diálogos e abençoados estudos!

Gilbraz.

Um comentário:

  1. Karina O. Bezerra18 janeiro, 2010

    Parabéns pela iniciativa e o progresso que foi alcançado na perspectiva de divulgar e trazer debates sobre as ciências da religião.

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua participação!