15 de fev de 2009

APOIO A ESPECIALIZAÇÕES NO NORDESTE


O nosso Mestrado em Ciências da Religião da UNICAP tem se preocupado em apoiar cursos de pós-graduação latu sensu pelo Nordeste afora, criando laços acadêmicos pelo compartilhamento de professores e pelo intercâmbio de idéias e organização conjunta de eventos. Uma iniciativa que já vem dando frutos, inclusive pela formação de dois mestres na UNICAP, Maria Jeane e o pe. Manoel Henrique, é a parceria com a Especialização em Ciências da Religião do CESMAC de Maceió-AL, que funciona na Faculdade de Teologia daquela cidade. Os professores João Luiz, Gilbraz Aragão e, agora, Sérgio Douets, estão lecionando módulos intensivos na Especialização em Maceió.

Também aconteceu, nos dias 30 de novembro e 1º de dezembro passados, o I Seminário sobre Teologia, Ciência e Diálogo Inter-Religioso, do Centro de Ensino Superior de Maceió (CESMAC). O evento foi apoiado pela Faculdade de Teologia do Cesmac em parceira com a Arquidiocese de Maceió, Pastoral da Negritude da Igreja Batista do Pinheiro, Pró-Reitoria de Extensão (PROEX) da Universidade Federal de Alagoas, e da Sociedade de Teologia e Ciências da Religião (SOTER) – Regional Nordeste. O Seminário reuniu cerca de 200 participantes, dentre os acadêmicos das quatro turmas de Teologia e de outras áreas; religiosos; lideranças do movimento negro e representantes da sociedade civil para refletirem sobre o diálogo com as culturas e religiões afro-negro brasileiras. As atividades começaram na sexta-feira (30.11) às 19h com apresentações artísticas, prosseguindo com a exibição do documentário “1912: O Quebra do Xangô” e um debate com a presença do diretor da obra cinematográfica, Siloé Amorim, Joabson Santos, produtor, e da pesquisadora Raquel Rocha. O segundo dia iniciou-se com o momento celebrativo (Mushaká) às 8hs, sob a coordenação do Reverendo João Valença e Padre Manoel Henrique. Em seguida, aconteceu a mesa-redonda com o tema “Cristianismo e Cultura Afro-Brasileira: Desafios e Perspectivas para o Diálogo e a Inculturação”, com a participação do conferencista: Prof. Dr. Sérgio Douets (UNICAP – Recife/PE); os debatedores, Reverendo João Valença (Rio de Janeiro/RJ) e Prof. João Rosalvo (Maceió/AL); e para mediar o debate o Prof. Zezito Araújo (UFAL – Maceió/AL). Nos próximos meses a temática do diálogo inter-religioso deverá ser ampliada em Maceió com um seminário para o qual está confirmada a presença de Faustino Teixeira (UFJF), além do lançamento de um Fórum Inter-Religioso com encontros periódicos para escuta e debate entre as tradições religiosas. Estaremos presentes, apoiando o trabalho!

Outra iniciativa que vem construindo pontes e abrindo perspectivas de colaboração é com a Especialização em Ciências da Religião da UERN, em Natal-RN. Com a afirmação da Área de Conhecimento do Ensino Religioso na rede escolar pública do Rio Grande do Norte, configurou-se a necessidade de professores habilitados nessa área. Como resposta a tal demanda a UERN, em convênio com o ITEPAN, órgão ligado à Arquidiocese de Natal, abriram em 2001 um curso de Licenciatura em Ciências da Religião, cuja procura foi grande. Este curso está atualmente na 4ª turma de concluintes. Mesmo funcionando como licenciatura, o curso tem fomentado pesquisas a respeito do fenômeno religioso, o que atrai não só professores, mas profissionais de outras áreas como teólogos, historiadores e outros pesquisadores em busca de compreender a complexidade de tal fenômeno em seus múltiplos contextos. Para atender, então, a esse aprofundamento dos estudos, a UERN e o ITEPAN investiram na pós-graduação “latu-senso”, que já está na 2ª turma e promete se estender também para o campus de Mossoró.

Os nossos professores Zuleica Dantas e Gilbraz Aragão já estiveram lecionando módulos para essa Especialização em Ciências da Religião, além do que o prof. Gilbraz já proferiu diversas conferências para os professores de ensino religioso do Estado, sobre os aportes das Ciências da Religião para tal área de conhecimento. A política dos Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Religioso pressupõe a elaboração ou revisão dos currículos escolares e a respectiva formação do quadro do magistério. Pela primeira vez no Brasil, corrigindo-se distorções históricas do Ensino Religioso, o próprio Conselho Nacional de Educação entende a necessidade de um professor habilitado e não representante de uma denominação religiosa. Esse posicionamento consubstancia o que reza a nova redação do Artigo 33 da LDB 9394/96, que em seu § 1o prevê o profissional capacitado para esta área. Por isso, espera-se que o professor seja capaz de viver a reverência da alteridade, de considerar que família e comunidade religiosa são os espaços privilegiados para a vivência religiosa e para a opção de fé, e de colocar seu conhecimento e sua experiência pessoal a serviço da liberdade do educando, subsidiando-o no entendimento do fenômeno religioso: escola é lugar para esclarecer a religião. Prevê-se, é claro, uma ampliação das colaborações entre os nossos programas de estudos, em prol do compromisso comum com este direito a uma fé esclarecida.

Por fim, uma outra iniciativa é em relação à Faculdade de Formação de Professores de Goiana - PE. Vários de seus professores vieram fazer o mestrado em Ciências da Religião da UNICAP. Até o momento três professores da instituição já concluíram a sua formação e dois então com defesa prevista para 2009.1. Fruto das relações acadêmicas construídas entre a referida instituição e o nosso programa, a profª Zuleica Dantas tem sido convidada, nos últimos dois anos, para ministrar aulas na Faculdade, no Curso de Especialização em Pedagogia Afirmativa, com a disciplina “Cultura e Imaginário Afro-brasileiro”. A parceria com a Faculdade de Formação de Professores de Goiana tem demonstrado os seus frutos ao longo dos últimos anos, tanto no que se refere à vinda de professores em busca de qualificação no nosso programa, quanto à nossa participação na consolidação da referida instituição na região, tendo em vista a sua importância para a formação de professores na Zona da Cana de Pernambuco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação!